Acompanhe:

Fitch diminui a nota do grupo Repsol-YPF a BBB

O grupo petroleiro está em conflito com o governo argentino que o acusa de não cumprir com seus compromissos de investimento no país

Fitch: "a redução resulta do anúncio feito em 21 de março pela direção da YPF, 57% propriedade da Repsol, de transformar em ações seus dividendos de 2011" (Joel Saget/AFP)

Fitch: "a redução resulta do anúncio feito em 21 de março pela direção da YPF, 57% propriedade da Repsol, de transformar em ações seus dividendos de 2011" (Joel Saget/AFP)

D
Da Redação

23 de março de 2012, 20h28

Madri - A agência de classificação de crédito Fitch diminuiu nesta sexta-feira em um degrau, a BBB, a nota a largo prazo do grupo petroleiro Repsol-YPF, em conflito com o governo argentino que o acusa de não cumprir com seus compromissos de investimento no país.

"A redução resulta do anúncio feito em 21 de março pela direção da YPF, 57% propriedade da Repsol, de transformar em ações seus dividendos de 2011", explicou a Fitch.

O grupo defende que, com esta decisão, os dividendos não sairão da Argentina, mas Buenos Aires a rejeitou por considerar que não garante uma investimento maior.