Acompanhe:

As ações do Magazine Luiza (MGLU3) foram as que mais caíram no Ibovespa durante o mês de outubro. Os papéis da varejista acumularam baixa de 37,26%, devido à baixa atividade econômica e aos patamares elevados da taxa de juro. O principal índice da B3, além disso, caiu 3,02% nos últimos 30 dias.

MGLU3 caiu quase 40% em outubro

Pedro Canto, analista da CM Capital, explica que a atual inflação de serviços tem sugerido um arrefecimento futuro da economia. “Menos consumo representa menos receita, e isso significa menos lucro para a companhia”, afirma. Já a taxa de juro, segundo ele, pesa negativamente tanto para o endividamento não apenas da Magalu, mas do setor varejista, quanto para a inadimplência dos consumidores.

“Há muitas varejistas alavancadas e com dificuldade de rolar a dívida. Tivemos a Casas Bahia (BHIA3) fazendo um follow on, que não foi muito bem-sucedido, e a Marisa (AMAR3) tentando reestruturar sua dívida. É um ambiente bem desafiador, com diminuição da atividade econômica e juros altos. Empresas como o Magazine Luiza cederam muito crédito e agora sofrem com os seus braços financeiros, já que as famílias ficaram bastante inadimplentes. Além disso, a própria alta dos juros inibe o consumo e diminui as receitas.” 

Junto aos fatores macroeconômicos, o Magalu vem enfrentando uma sequência de prejuízos em seus balanços trimestrais. “O último balanço com lucro foi o quarto trimestre de 2021. A companhia está altamente endividada e sofre com a concorrência, especialmente no e-commerce”, explica Leandro Petrokas, diretor de Research e sócio da Quantzed. 

O especialista aponta que players como Mercado Livre, Amazon e Shopee estão ganhando muito market share. “E o Magazine Luiza não tem conseguido apresentar um plano que convença o mercado”, salienta.

Outras ações que caíram no IBov

Mas não foi só o MGLU3 que caiu no Ibovespa do último mês. Petrokas aponta que os setores do varejo como um todo, englobando também empresas como Casas Bahia (BHIA3), Petz (PETZ3) e Soma (SOMA3), junto com as construtoras, como MRV (MRVE3) e EZTec (EZTC3), foram os que mais caíram em outubro na bolsa brasileira.

“Os dois setores são sensíveis ao comportamento da taxa de juro, que apresentou piora (alta nos DIs) por toda a curva durante o mês de outubro”, explica. 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Carteira recomendada do BTG para março tira Vale (VALE3) e amplia exposição a setores mais cíclicos
seloOnde Investir

Carteira recomendada do BTG para março tira Vale (VALE3) e amplia exposição a setores mais cíclicos

Há 17 horas

Ibovespa fecha em alta com surpresa (positiva) do PIB de 2023
seloMercados

Ibovespa fecha em alta com surpresa (positiva) do PIB de 2023

Há um dia

Como receber dividendos ainda em março? Bradesco (BBDC3, BBDC4) e Vale (VALE3) estão na lista
seloMercados

Como receber dividendos ainda em março? Bradesco (BBDC3, BBDC4) e Vale (VALE3) estão na lista

Há 2 dias

Ações da Cogna (COGN3) caem 13% em fevereiro; veja quais foram as maiores quedas do Ibovespa no mês
seloMercados

Ações da Cogna (COGN3) caem 13% em fevereiro; veja quais foram as maiores quedas do Ibovespa no mês

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais