Invest

Quanto rende R$ 1 milhão a 105% do CDI?

A rentabilidade do CDI é determinada pela média das taxas de juros dos empréstimos interbancários

Investir no CDI oferece vantagens como segurança, liquidez e rentabilidade (maxsattana/Thinkstock)

Investir no CDI oferece vantagens como segurança, liquidez e rentabilidade (maxsattana/Thinkstock)

Publicado em 10 de junho de 2024 às 16h33.

Investir R$ 1 milhão pode proporcionar retornos significativos dependendo da modalidade escolhida. Uma opção popular é investir em produtos que rendem um percentual do CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Saiba quanto rende R$ 1 milhão a 105% do CDI, os impostos a serem pagos e se essa modalidade de investimento é adequada a você.

O que é CDI?

O Certificado de Depósito Interbancário (CDI) é uma taxa de referência usada no mercado financeiro brasileiro, representando o custo dos empréstimos entre bancos. Além de ser um indicador econômico, o CDI também pode ser um título privado utilizado em operações de curtíssimo prazo entre instituições financeiras. Essas operações são registradas e liquidadas pela Cetip, e a média das taxas de juros praticadas gera a taxa CDI, que é usada como benchmark para diversos investimentos de renda fixa.

Qual a rentabilidade do CDI?

A rentabilidade do CDI é determinada pela média das taxas de juros dos empréstimos interbancários diários, geralmente próxima à taxa Selic. Essa taxa serve como referência para medir o desempenho de diversos investimentos de renda fixa, como CDBs, LCIs e fundos de renda fixa.

Quanto rende R$ 1 milhão a 105% do CDI?

Para calcular o rendimento de R$ 1 milhão a 105% do CDI, primeiro precisamos entender a taxa CDI atual. Suponhamos que a taxa CDI anual seja de 11%. O cálculo do rendimento seria:

  1. Calcule 105% do CDI:
    Rendimento=11%×1,05=11,55%\text{Rendimento} = 11\% \times 1,05 = 11,55\%
  2. Calcule o rendimento anual:
    Rendimento Anual=R$1.000.000×0,1155=R$115.500\text{Rendimento Anual} = R\$ 1.000.000 \times 0,1155 = R\$ 115.500

Portanto, R$ 1 milhão investidos a 105% do CDI renderiam aproximadamente R$ 115.500 em um ano, sem considerar impostos e taxas administrativas.

Impostos e taxas

É importante lembrar que investimentos em renda fixa estão sujeitos a Imposto de Renda, cuja alíquota varia de acordo com o tempo de aplicação:

  • Até 180 dias: 22,5%
  • De 181 a 360 dias: 20%
  • De 361 a 720 dias: 17,5%
  • Acima de 720 dias: 15%

Além disso, alguns investimentos podem ter taxas administrativas que devem ser consideradas no cálculo do rendimento líquido.

Vantagens de investir a 105% do CDI

Investir a 105% do CDI oferece várias vantagens, como:

  • Segurança: Investimentos atrelados ao CDI são considerados de baixo risco.
  • Liquidez: Muitos produtos de renda fixa permitem resgates rápidos.
  • Rentabilidade: Com um rendimento superior ao CDI, esses investimentos são atrativos.

CDB ou CDI? Qual escolher?

A escolha entre investir em CDBs ou utilizar produtos atrelados ao CDI depende do perfil do investidor e dos objetivos financeiros. O CDB é indicado para quem busca uma aplicação segura com rentabilidade previsível, garantida pelo FGC. Por outro lado, o CDI serve como uma taxa de referência, e investir em produtos que seguem o CDI é vantajoso para quem deseja acompanhar a variação dos juros de mercado.

Quais outros investimentos estão atrelados ao CDI?

Além dos CDBs, outros investimentos atrelados ao CDI incluem:

  • LCI (Letra de Crédito Imobiliário): investimento de renda fixa isento de IR para pessoa física, usado para financiar o setor imobiliário.
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio): semelhante à LCI, mas voltada para o financiamento do agronegócio, também isenta de IR para pessoa física.
  • LC (Letra de Câmbio): emitida por sociedades de crédito, financiamento e investimento, sujeita à tributação conforme a tabela regressiva do IR.
  • Fundos DI: aplicam em ativos de renda fixa atrelados à Selic ou CDI, não possuem a proteção do FGC e são tributados conforme o prazo da aplicação.
  • Debêntures: títulos de dívida emitidos por empresas não financeiras, podendo ter rentabilidade atrelada ao CDI ou outros indicadores. Algumas são isentas de IR.

Por que é importante você saber disso?

Investir R$ 1 milhão a 105% do CDI pode ser uma escolha interessante para quem busca segurança e rentabilidade. É essencial considerar os impostos e taxas envolvidas para calcular o rendimento líquido. Para mais informações sobre investimentos e finanças pessoais, visite a seção de investimentos da Revista Exame.

Acompanhe tudo sobre:CDI

Mais de Invest

Caixa abre apostas exclusivas para Quina de São João; veja como apostar

Por que o dólar está forte no mundo (e o que poderia fazer o preço cair)

Mega-Sena: quanto rendem R$ 35 milhões na poupança

Bolsas da Europa fecham em baixa, pressionadas por turbulência política após eleições na UE

Mais na Exame