Acompanhe:

Três etapas essenciais da gestão financeira de pequenas empresas

Essencial para a saúde de um negócio, a gestão financeira pode ser desafiadora para muitos empreendedores. Veja os principais pontos de atenção

A gestão financeira é essencial para o sucesso de uma empresa (Jupiterimages/Thinkstock)

A gestão financeira é essencial para o sucesso de uma empresa (Jupiterimages/Thinkstock)

I
Isabel Rocha

22 de fevereiro de 2022, 13h36

Ao olharmos para a história de grandes empreendedores, não é raro notar que, antes de crescerem o suficiente e contar com a ajuda de funcionários e especialistas, foram eles os grandes responsáveis pela administração e gestão de seus negócios — desde a concepção do produto ou serviço até sua viabilização.

Durante a pandemia, quando o número de novos empreendedores motivados por necessidade cresceu consideravelmente — saltando de 37,5% para 50,4% no ano passado, de acordo com a última edição da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) —, esse tipo de situação ficou ainda mais evidente.

E com boa parte dos novos empreendimentos sendo aberta por pessoas que perderam seus empregos (e que, portanto, não tiveram tempo o suficiente para se preparar para fazer a gestão de um negócio do zero), o setor de microempreendedores individuais (MEI) registrou a menor taxa de sobrevivência entre os pequenos negócios. Os dados são da pesquisa Sobrevivência de Empresas, do Sebrae.

Além da maior facilidade para abrir e encerrar esse tipo de empreendimento, o presidente do Sebrae, Carlos Melles, destacou em entrevista à Agência Brasil a dificuldade que muitos pequenos empresários tiveram ao realizar a gestão financeira de seus negócios durante a pandemia como uma das razões para esse movimento.

Clique aqui e descubra como dar o primeiro passo para melhorar a gestão financeira do seu negócio

“Quando observamos o aspecto da gestão financeira, por exemplo, a situação ficou ainda mais complexa. As finanças são um desafio para a maioria dos MEI, e no cenário de incertezas da pandemia isso se tornou um grande problema”, disse.

Definida pelo Sebrae como “o conjunto das ações e procedimentos administrativos relacionados com o planejamento, execução, análise e controle das atividades financeiras do pequeno negócio”, a gestão financeira é mesmo essencial para o sucesso de uma empresa — e pode ser especialmente desafiadora para quem está começando.

Pensando nisso, reunimos abaixo três pontos de atenção para te ajudar a fazer uma gestão financeira mais eficiente. Confira!

 1. Não esqueça do capital de giro

 

Uma boa gestão do capital de giro (valor guardado para sustentar a operação no curto prazo) garante que a empresa seja capaz de funcionar com seus próprios recursos enquanto as contas a receber não entram no caixa. E pode ser a responsável por evitar que o empreendedor precise recorrer a empréstimos em período de vendas abaixo do esperado ou qualquer outro imprevisto.

2. Separe as contas pessoais da conta da empresa

 

Pode até parecer óbvio, mas muitos empreendedores ainda cometem o erro de misturar recursos pessoais com os da empresa. Mas a verdade é que utilizar os próprios recursos para cobrir custos da empresa (e vice versa) pode ser extremamente prejudicial à saúde financeira do negócio.

Isso porque, no longo prazo, esse tipo de atitude impede que se tenha uma visão realista dos recebimentos e gastos da empresa, o que prejudica outras etapas essenciais do processo de gestão financeira (como a projeção do fluxo de caixa e a manutenção do capital de giro). O resultado, muitas vezes, é a falência do negócio.

Assim, não é de estranhar que especialistas em gestão e administração de empresas aconselhem a abertura de uma conta pessoa jurídica exclusiva para as finanças empresariais.

Vale lembrar que, além dos benefícios já mencionados, a abertura de uma conta PJ também ajuda a trazer mais credibilidade a clientes e fornecedores.

Conheça o BTG Empresas, conta PJ sem taxas, 100% digital e pensada para o pequeno e médio empreendedor

Foi com o objetivo de facilitar a gestão e ajudar empreendedores a ter maior visibilidade de seu orçamento, inclusive, que o BTG Pactual desenvolveu o BTG Empresas, uma plataforma totalmente especializada em soluções para pequenas e médias empresas. Dentre elas está a conta digital PJ, que não tem nenhuma taxa de abertura ou manutenção e ajuda a manter o controle sobre o orçamento.

Outras soluções oferecidas pela plataforma do BTG Pactual incluem a antecipação online das vendas no cartão; Pix ilimitado e sem custos; isenção de tarifas; financiamento para energia solar e linha de crédito agrícola.

3. Atenção ao fluxo de caixa

 

Quando o assunto é manter a saúde financeira de um negócio em dia, o fluxo de caixa é o principal aliado do empreendedor. Afinal, ao monitorar as entradas e projetar as futuras saídas de recursos, fica mais fácil se planejar financeiramente e evitar que as despesas da empresa saiam do controle. Ainda que a periodicidade também possa ser semanal, mensal ou até mesmo anual, para ter um controle mais assertivo de tudo que entra e sai do caixa da empresa o mais indicado é fazer o acompanhamento diário do fluxo de caixa.

Para isso, o empreendedor pode optar por anotar manualmente seus gastos em uma planilha, por exemplo. Outra possibilidade é recorrer a ferramentas que possibilitam a gestão do fluxo de caixa de forma automatizada. É o caso, por exemplo, do BTG Empresas, que conta com um dashboard onde é possível acompanhar todas as receitas e as despesas da empresa em tempo real.

Essa visão estratégica do todo faz muita diferença na hora de avaliar o orçamento para entender, por exemplo, se há espaço para a realização de novos investimentos ou se será necessário enxugar os gastos por determinado período.

Inove o seu jeito de fazer negócios com o BTG Empresas. Clique aqui para abrir já a sua conta de maneira segura e 100% digital

Saiba mais sobre o BTG Empresas

Com a expertise do BTG Pactual, o maior banco de investimentos da América Latina, nasceu o BTG Empresas. O objetivo da plataforma é reduzir a burocracia e ajudar na solução das adversidades para PMEs.

Veja, abaixo, algumas das soluções oferecidas:

- Conta PJ digital sem taxas;
 - Pix ilimitado e sem custos;
- Soluções de pagamento; 
- Soluções de recebimento;
- Antecipação de recebíveis;
- Antecipação a fornecedores; 
- Financiamento para energia solar.