Inteligência Artificial

Disputa entre Musk e OpenAI chega agora aos salários

O recente boom da IA intensificou as guerras de talentos do Vale do Silício

Musk sobre a competição por engenheiros: "guerra de talentos mais louca que já vi" (Jordan Vonderhaar/Bloomberg/Getty Images)

Musk sobre a competição por engenheiros: "guerra de talentos mais louca que já vi" (Jordan Vonderhaar/Bloomberg/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 5 de abril de 2024 às 07h41.

A disputa entre Elon Musk e a OpenAI não está somente no campo das ideias sobre o que cada parte entende como o melhor para a Inteligência Artificial. A briga também é por oferecer os melhores salários para os profissionais que as empresas entendem serem "fundamentais". As informações são do The Wall Street Journal.

A Tesla, por exemplo, está aumentando a remuneração de seus engenheiros de IA na tentativa de evitar que esses talentos fosse para a rival. Elon Musk disse que sua empresa está nessa fase de aumentar os salários já que a OpenAI, responsável pelo ChatGPT, "tem recrutado agressivamente os engenheiros da Tesla com ofertas de remuneração maciças", em uma série de publicações na plataforma de mídia social X na quarta-feira.

A competição por engenheiros de IA "é a guerra de talentos mais louca que já vi", disse o bilionário sul-africano.

Musk estava respondendo à reportagem da agência de notícias The Information sobre o cientista de machine learning da Tesla, Ethan Knight, que havia deixado a montadora para se juntar à startup de IA de Musk, a xAI. "Ethan estava indo para a OpenAI, então ou era a xAI ou eles", disse.

O recente boom da IA intensificou as guerras de talentos do Vale do Silício à medida que as startups competem com gigantes da tecnologia estabelecidos na corrida para criar a próxima grande novidade.

As empresas de tecnologia estão oferecendo remuneração de milhões de dólares por ano, cronogramas acelerados de investimento em ações e ofertas para contratar equipes inteiras de engenharia para atrair pessoas com conhecimento e experiência no tipo de IA generativa que está alimentando o ChatGPT da OpenAI e outros bots semelhantes.

As demissões em outros setores da indústria de tecnologia continuam; em contrapartida, as empresas realocam recursos para investir mais no desenvolvimento da IA.

Acompanhe tudo sobre:elon-muskOpenAIChatGPT

Mais de Inteligência Artificial

Em quanto tempo a IA vai ficar mais inteligente que humanos? Musk e CEO chinês têm palpites

OpenAI não copiou voz de Scarlett Johansson para o ChatGPT, diz jornal

Alexa será atualizada com IA e Amazon vai cobrar taxa pela tecnologia, diz site

Os grandes destaques do Build 2024, o evento de novas tecnologias da Microsoft

Mais na Exame