Pix: integração com lista de contatos do celular é disponibilizada pelo BC

Novidade passa a valer a partir de hoje no Pix, mas a responsabilidade de implementação é das instituições financeiras

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia. 

Depois de anunciar uma série de novas funções para o Pix, o Banco Central (BC) confirmou o lançamento de uma das mais aguardadas para esta quinta-feira, 1o. A partir de hoje, usuários do sistema de pagamentos instantâneos poderão integrar suas listas de contatos à ferramenta, o que pode facilitar sua utilização.

Em uma resolução publicada no Diário Oficial da União, o Banco Central registrou a atualização, que tem como objetivo principal simplificar os pagamentos dentro da ferramenta. Agora, caso o recebedor tenha cadastrado seu celular ou e-mail como uma de suas chaves Pix, basta o pagador selecioná-lo em sua lista de contatos do celular para realizar a transferência.

A disponibilização da nova função para os usuários é de responsabilidade das instituições financeiras. Como o compartilhamento com os contatos será feito de forma automática, o BC exige que as empresas que forem oferecer a opção devem notificar seus clientes, para que os usuários estejam a par do novo recurso e tenham a opção de excluir ou alterar sua chave Pix caso não queiram que ela seja compartilhada com quem tem seu contato registrado.

O novo sistema de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central tem crescido e evoluído muito desde o início do ano. No último mês, foram mais de 275 milhões de transações realizadas na plataforma e, por conta disso, o BC tem desenvolvido novas funcionalidades para que o Pix atenda à demanda com cada vez mais eficiência.

Outra novidade do Pix visa atingir usuários que mudaram seu nome ou alteraram o nome fantasia de sua empresa recentemente.  O sistema de pagamentos oferecerá, também a partir de hoje, a possibilidade de alteração do nome exibido no sistema, sem a necessidade de exclusão das chaves Pix já registradas. A medida tem como objetivo tornar a experiência de uso ainda mais fluida, fazendo com que esse tipo de alteração não se torne um entrave para os usuários que precisam atualizar seus dados.

Além disso, a atualização no regulamento do Pix em relação ao limite de transações também passa a vigorar a partir desta quinta-feira. A atualização estabelece que as instituições participantes do sistema não poderão estabelecer um limite no número de transações que podem ser enviadas ou recebidas pelo usuário final. Para o BC, a medida é necessária para garantir condições competitivas justas para diferentes instituições.

No curso Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da EXAME, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.