Perspectivas 2021: para diretor da ABCripto, DeFi será destaque no próximo ano

Safiri Felix analisa futuro do mercado de criptoativos e aponta projetos de finanças descentralizadas como possível destaque do setor em 2021

O especial "Perspectivas 2021" traz desta vez um bate-papo sobre o mercado de criptoativos com Safiri Felix, diretor-executivo da Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto). Safiri é economista e atua no setor há mais de sete anos e já fez parte de grandes empresas do mercado cripto e blockchain, como a ConsenSys.

Na entrevista, Safiri diz que as expectativas para o próximo ano são "as melhores possíveis", aponta a possível aprovação de um ETF negociado nos Estados Unidos como a melhor notícia para os criptoativos e também dá palpites e opiniões sobre o bitcoin e o mercado como um todo.

Confira a entrevista:

Future of Money: Qual é sua perspectiva para o mercado cripto em 2021?
Safiri Félix:
As melhores possíveis. Otimista não só com relação ao potencial de valorização do bitcoin e ether, impulsionados pelo crescimento da adoção, progresso regulatório e continuidade do fluxo de novos investidores.

FoM: Qual será a altcoin de maior destaque em 2021? Por quê?
SF:
O tão esperando lançamento do ETH 2.0 e o modelo de PoS (Proof-of-Stake) coloca a rede Ethereum em um novo patamar, com a perspectiva de atração de cada vez mais capital e criação de novos casos de uso.

FoM: Qual a melhor notícia que pode surgir para o bitcoin e para as criptos de modo geral em 2021?
SF:
Aprovação do primeiro ETF negociado nos EUA.

FoM: Qual a pior notícia que pode surgir para o bitcoin e para as criptos de modo geral em 2021?
SF:
Problemas relacionados ao Tether (USDT) que tragam limitações sérias para negociação nas principais corretoras globais.

FoM: Qual aplicação em blockchain se tornará mais popular no ano que vem?
SF:
DeFi. As aplicações de finanças descentralizadas já foram destaque em 2020, e tem tudo tudo para seguir crescendo com novas aplicações e aumento da demanda, especialmente nos produtos de crédito colaterizado.

FoM: Qual startup blockchain brasileira tem maior potencial de inovação e impacto no mercado para 2021?
SF:
Rispar. A solução de crédito usando depósitos de bitcoin como garantia é bastante interessante.

FoM: O que passou despercebido para a maioria no mercado cripto em 2020?
SF: 
O equivoco da maior parte dos novos investidores em criptoativos em pulverizar seus recursos em altcoins ao invés de concentrarem os aportes em bitcoin. Isso denota uma baixa compreensão sobre o conceito de escassez digital programada, a base fundamental da tese de investimento em criptoativos.

FoM: Qual será o preço do bitcoin em dezembro de 2021?
SF:
200 mil reais.

A série de entrevistas "Perspectivas 2021", publicada pelo Future of Money, da EXAME, pretende mostrar as opiniões de nomes relevantes do mercado, do Brasil e de outros países, para ajudar a traçar um panorama sobre o que esperar do mercado de criptoativos no ano que vem. Para ver todas as entrevistas já publicadas, clique aqui.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.