Live icon 

Acompanhe ao vivo:  

Apuração das eleições 2022 em tempo real! Veja agora.

Nos EUA, trabalhadores poderão investir para a aposentadoria em bitcoin

Com mais de US$ 4 trilhões em ativos sob gestão, a maior provedora de contas de poupança para aposentadoria dos EUA está lançando o novo produto e busca promover a diversificação para o investimento tradicional
Bitcoin será nova possibilidade de investimento para a posteridade (Sawitree Pamee / EyeEm/Getty Images)
Bitcoin será nova possibilidade de investimento para a posteridade (Sawitree Pamee / EyeEm/Getty Images)
M
Mariana Maria Silva

Publicado em 26/04/2022 às 11:36.

Última atualização em 26/04/2022 às 11:36.

As criptomoedas estão chegando aos investimentos de aposentadoria nos Estados Unidos, graças à Fidelity Investments. A maior provedora de contas de poupança do tipo 401 (k) da América do Norte está lançando uma nova oferta proprietária que permite que empresas adicionem bitcoin às contas de aposentadoria de seus clientes.

A novidade foi anunciada nesta terça-feira, 26, e promove a inovação e diversificação do investimento conhecido por ser tão tradicional. Espera-se que o produto seja lançado ainda este ano.

“Começamos a ouvir um interesse crescente de patrocinadores de planos, organicamente, sobre como o bitcoin ou como os ativos digitais podem ser oferecidos em um plano de aposentadoria”, disse Dave Gray, head de ofertas e plataformas de aposentadoria da Fidelity Investments, ao The New York Times, enfatizando que há uma “necessidade de um conjunto diversificado de produtos e soluções de investimento para os investidores”.

(Mynt/Divulgação)

De acordo com Gray, empresas como a MicroStrategy já embarcaram na iniciativa, e outras estão em fase de negociações. A MicroStrategy, liderada pelo entusiasta do bitcoin Michael Saylor, é a empresa de capital aberto com o maior patrimônio em bitcoin. A moeda é utilizada como parte de sua estratégia de tesouraria.

Nos Estados Unidos, as contas poupança do tipo 401 (k) configuram um plano de investimento para aposentadoria que os empregadores oferecem. Uma 401(k) promove aos funcionários uma redução de impostos sobre o dinheiro que eles contribuem, e as contribuições são automaticamente retiradas dos contracheques e investidas em fundos de sua escolha.

Segundo a Fidelity Investments, as empresas poderão alocar até 20% dos fundos de seus funcionários em bitcoin, e dependendo do valor investido e do empregador, a taxa da conta pode ficar entre o,75% e 0,90%. Taxas adicionais ainda serão divulgadas, de acordo com a empresa, mas terão “preços competitivos”.

Até o ano passado, a Fidelity Investments possuía aproximadamente US$ 4,2 trilhões em ativos sob gestão, e acredita que “as criptomoedas moldarão a maneira como as gerações futuras pensam em investir no curto e longo prazo”, disse Dave Gray. Anteriormente, em janeiro, a empresa ainda divulgou um relatório dizendo que “os países que garantirem bitcoin hoje estarão melhor no futuro”.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok