Future of Money

João Doria se reúne com CEO da Binance, mas encontro é tratado em sigilo

O governador e possível candidato a presidência se encontrou com CZ, CEO da maior corretora de criptoativos no mundo, na última segunda-feira. O motivo da reunião, no entanto, é mantido em sigilo por ambas as partes

Especula-se de que um dos motivos para a visita é o interesse da corretora em comprar a corretora de ativos tradicionais Sim;Paul. (Changpeng Zhao/Reprodução)

Especula-se de que um dos motivos para a visita é o interesse da corretora em comprar a corretora de ativos tradicionais Sim;Paul. (Changpeng Zhao/Reprodução)

O CEO da corretora cripto Binance, Changpeng Zhao, conhecido pelo apelido de "CZ", publicou nas redes sociais uma foto com o governador do estado de São Paulo, João Doria. O encontro, que consta na agenda oficial do líder paulista, aconteceu no dia anterior, e a razão do seu acontecimento foi mantida em segredo tanto pelo governo quanto pela empresa.

Na imagem publicada nas suas redes sociais uma foto, CZ aparece apertando a mão do governador Doria e comentando o prazer do encontro. Doria, provável candidato do PSDB para as eleições presidenciais de 2022, respondeu agradecendo a visita e parabenizando o bilionário pelo “trabalho disruptivo que vem fazendo", como o próprio escreveu. "Conte com São Paulo!”, completou o governador.

Contatadas, as duas assessorias não quiseram comentar o propósito do encontro. Procurada, a Secretaria de Comunicação do Estado afirmou: “Como acontece na maioria das reuniões entre o governador e empresários, o encontro não foi aberto a veículos de imprensa ou equipes das assessorias de comunicação pública ou privadas”.

(Mynt/Divulgação)

Nas redes sociais, especula-se sobre a abertura de uma sede da Binance na cidade de São Paulo. Um usuário, ao sugerir essa possibilidade, foi respondido pelo próprio CEO com emojis simbolizando um "negócio fechado".

https://twitter.com/cz_binance/status/1503860061180936199?s=20

Outra possível razão para a reunião é a compra da corretora de ativos tradicionais Sim;Paul pela corretora de cripto. Na segunda-feira, 14, as empresas assinaram um documento que pede ao Banco Central que avalie o negócio.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok

Acompanhe tudo sobre:CorretorasCriptoativosJoão Doria Júnior

Mais de Future of Money

Kamala Harris pode ser 'muito mais receptiva' às criptomoedas que Biden, diz Mark Cuban

Presidente do Banco Central quer "superapp" de finanças integrado com inteligência artificial

Ferrari anuncia que vai aceitar pagamentos em criptomoedas na Europa

Worldcoin, projeto de Sam Altman, nega acusações de insider trading de criptomoeda própria

Mais na Exame