Future of Money

Google lança plataforma focada em Web3 para fomentar startups do setor

Braço da gigante de tecnologia focada em computação em nuvem disponibilizou ferramentas para desenvolvedores da Web3

Google tem investido em iniciativas de Web3 (Adam Berry/Getty/Getty Images)

Google tem investido em iniciativas de Web3 (Adam Berry/Getty/Getty Images)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 29 de abril de 2024 às 11h04.

O Google lançou na última quarta-feira, 24, uma nova plataforma com foco em auxiliar desenvolvedores da Web3, considerada a próxima geração da internet. O projeto reúne diversas ferramentas que buscam facilitar e integrar o trabalho desses desenvolvedores em um único ambiente.

A iniciativa foi idealizada pelo Google Cloud, braço da gigante de tecnologia focada na computação em nuvem. Em uma publicação no X, antigo Twitter, a empresa destacou que a plataforma será a "casa" para todos os aspectos ligados à nova geração da internet no Google Cloud.

Segundo a companhia, será possível usar a plataforma para realizar testes em versões específicas de blockchains com essa função, descobrir bases de dados de blockchains e ferramentas de desenvolvedores já oferecidas pelo Google ou seus parceiros e se integrar ao Programa de Startups de Web3 da empresa.

Entre as ferramentas disponíveis, estão serviços de análise de dados em blockchains como o Bitcoin, a Ethereum, a Arbitrum e a Avalanche, a possibilidade de criar nós em diferentes redes e o acesso a serviços disponibilizados por diferentes companhias, abrangendo diferentes aspectos do mundo cripto.

A plataforma também possui uma seção educativa. Até o momento, porém, ela conta apenas com um estudo de caso que detalha o uso das soluções do Google Cloud por uma startup de Web3, buscando ajudar desenvolvedores que possuem o mesmo objetivo.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.  

Já o programa de startups permite que as empresas acessem "novos benefícios que oferecem a tecnologia, a comunidade e os recursos" demandados pelas companhias. "Agora, é possível se concentrar na inovação em vez de infraestrutura ao criar seus aplicativos descentralizados, ferramentas da Web3, serviços e muito mais", informa o Google.

Além disso, o programa é dividido em dois níveis. O primeiro busca auxiliar interessados em criar startups do zero. Já o segundo tem como foco fomentar a escalabilidade dessas companhias, expandindo seus serviços, pessoal e estrutura. Blockchains como a Polygon, a Solana, a Base e a Hedera estão entre os parceiros da iniciativa.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:GoogleWeb3Blockchain

Mais de Future of Money

Bilionário Mark Cuban diz que bitcoin pode se tornar um ativo de reserva global

Corretora de criptomoedas perde mais de R$ 1 bilhão após sofrer ataque hacker

Em alta, bitcoin “não está conseguindo tração para cair” no momento, explica analista do BTG

IBIT da BlackRock atrai US$ 260 milhões e ETFs de bitcoin registram o 8º dia de entradas nos EUA

Mais na Exame