Future of Money

ETFs de ether vão atrair US$ 500 milhões na 1ª semana de negociação, diz OKX

Projeção da corretora de criptomoedas leva em conta um movimento de investidores semelhante ao observado com os ETFs de bitcoin

SEC está analisando pedidos para lançamento de ETFs de ether (Reprodução/Reprodução)

SEC está analisando pedidos para lançamento de ETFs de ether (Reprodução/Reprodução)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 23 de maio de 2024 às 14h36.

Última atualização em 23 de maio de 2024 às 15h33.

A corretora de criptomoedas OKX divulgou uma projeção nesta quinta-feira, 23, de que os novos ETFs de ether têm potencial para atrair US$ 500 milhões (R$ 2,5 bilhões, na cotação atual) em investimentos apenas na primeira semana após o lançamento desses fundos no mercado.

A expectativa foi compartilhada por Lennix Lai, chefe comercial global da OKX, em entrevista ao portal DL News. Em sua visão, a esperada aprovação desses produtos de investimento "provavelmente é tão importante quanto a aprovação dos ETFs de bitcoin, se não for mais importante".

"A potencial aprovação da Ethereum para ser negociada dentro de um sistema tradicional do mercado pode trazer uma nova onda de demanda institucional" pelo ativo, na avaliação de Lai. E isso deve resultar em um fluxo significativo de investimentos nos ETFs de ether.

Nesse sentido, a expectativa de Lai é que o ether dispare após a aprovação dos ETFs pela SEC, potencialmente superando o seu preço recorde atual, de US$ 4,7 mil. A gestora de ativos Bernstein, por exemplo, projeta que a criptomoeda poderia chegar a um valor de US$ 6,6 mil com a aprovação dos fundos.

A SEC tem até esta quinta-feira para anunciar se aprova ou não os pedidos de lançamento desses ETFs. Até o início desta semana, o mercado esperava que os ETFs seriam rejeitados, o que limitou o movimento de alta do ether em abril e maio. Entretanto, as projeções mudaram e, agora, a expectativa é de uma aprovação.

Por outro lado, especialistas alertam que, no momento, o mais provável é que a SEC aprove apenas um dos dois formulários necessários para que um ETF seja lançado nas bolsas dos Estados Unidos. Ou seja, mesmo com um sinal verde nesta quinta-feira, os fundos ainda poderão demorar algumas semanas, ou até meses, para serem efetivamente lançados.

Na prática, isso significa que o fluxo de investimentos previsto pela OKX, e o seu subsequente impacto no preço do ativo, ainda pode demorar para aparecer no mercado. Além disso, a projeção da corretora seria significativamente inferior ao valor movimentado pelos ETFs de bitcoin apenas no primeiro dia de negociação, com US$ 4,3 bilhões movimentados em 11 de janeiro.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:ETFsEthereumCriptomoedasCriptoativos

Mais de Future of Money

Comissão Federal de Comércio dos EUA alerta para aumento de golpes românticos com criptomoedas

Bitcoin em “queda livre” é oportunidade de compra? Especialista do BTG responde

G20 debate como blockchain pode ajudar na economia digital e segurança dos maiores países do mundo

Inteligência artificial “vai transformar bancos”, diz pesquisa do Boston Consulting Group

Mais na Exame