Future of Money

Pepe dispara 40% e um dos primeiros investidores da criptomoeda meme lucra US$ 3 milhões

Criptomoeda meme voltou a disparar na última semana, impulsionada pelo retorno do caso GameStop, mas também apresenta volatilidade

Pepe é uma das maiores criptomoedas meme do mercado (Reprodução/Reprodução)

Pepe é uma das maiores criptomoedas meme do mercado (Reprodução/Reprodução)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 23 de maio de 2024 às 15h53.

A criptomoeda meme pepe voltou a disparar nos últimos dias, beneficiando principalmente investidores que acreditaram no projeto logo no início. O ativo inicialmente disparou com o retorno dos compradores de ações da GameStop, mas segue em alta mesmo após um enfraquecimento desse movimento.

Dados das plataforma CoinGecko apontam que, entre a última quarta-feira, 22, e esta quinta-feira, 23, o ativo chegou a entrar na lista das 20 criptomoedas mais valiosas do mercado, considerando sua capitalização total, atingindo pela primeira vez um valor de mercado acima de US$ 6 bilhões.

No acumulado dos últimos sete dias, o ativo tem uma alta de mais de 40%. Lançada em 2023, a memecoin - como esse tipo de ativo é conhecido - se consolidou em pouco tempo como a terceira maior do mercado, em um segmento conhecido pela volatilidade, riscos e golpes.

Com essa nova disparada, os beneficiários foram os investidores que adquiriram a criptomoeda logo após sua estreia. Um deles foi identificado pela empresa de monitoramento LookOnChain. Dados da empresa apontam que ele investiu US$ 460 no projeto logo após o lançamento, em abril do ano passado.

Hoje, as mesmas unidades adquiridas por ele valem US$ 3,4 milhões. Entretanto, o investidor ainda não "realizou" o lucro, ou seja, não tentou vender as unidades do ativo para efetivamente receber a quantia potencial. A identidade desse investidor também permanece um mistério.

Apesar de casos como esse chamarem a atenção de investidores, é importante lembrar dos riscos ligados às criptomoedas meme. Especialistas destacam que elas não possuem valor intrínseco e se aproveitam apenas da popularidade de assuntos na internet, o que abre margem para variações significativas.

O próprio pepe, por exemplo, já deixou a lista da 20 criptos mais valiosas do mercado e devolveu parte dos ganhos nos últimos dias. Mesmo assim, alguns investidores acreditam que o ativo tem potencial para superar a segunda maior memecoin do mercado, a shiba inu, que possui uma capitalização de US$ 14 bilhões.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativos

Mais de Future of Money

Gestora brasileira Hashdex quer lançar ETF misto de bitcoin e ether nos EUA

Golpistas roubam R$ 15 milhões de gigante cripto e pedem recompensa por encontrar falha

Análise: mercado cripto passa por 2ª semana de correção, mas tendência ainda é de alta

Receita Federal aperta cerco contra corretoras estrangeiras de criptomoedas; entenda

Mais na Exame