Dicionário Collins anuncia que 'NFT' é a principal palavra de 2021

NFT é a palavra do ano de acordo com o Dicionário Collins, embora seja uma abreviação, superando palavras como "cripto", "metaverso" e "trabalho híbrido"

O Dicionário Collins anunciou oficialmente sua lista anual de dez palavras para 2021, além de declarar que "NFT" - embora tecnicamente entendida como uma abreviatura para token não-fungível - é a palavra do ano, superando palavras como cripto, metaverso e trabalho híbrido, entre outros.

A postagem do blog falou francamente sobre a perspectiva de uma revolução digital por meio de uma "convergência do dinheiro e da internet", que visa desafiar e evoluir os meios de pagamento tradicionais para o século 21.

O Dicionário Collins define um NFT como “um certificado digital exclusivo, registrado em um blockchain, que é usado para registrar a propriedade de um ativo, como uma obra de arte ou um colecionável”, e ainda foi observado em sua postagem no blog que os NFTs significam:
“Um pedaço de dados digitais que registra a quem pertence um trabalho digital... o que realmente captou a imaginação do público em torno dos NFTs é o uso dessa tecnologia para vender arte.”

A instituição citou o polêmico artista de NFTs Beeple como um contribuidor proeminente para o espaço e, sem surpresa, denotou sua obra-prima, Everydays: The First 5000 Days, uma peça leiloada por US$ 69 milhões em março deste ano, a terceira maior venda de arte física ou digital na história.

O mercado de NFTs testemunhou um crescimento parabólico nos últimos 12 meses, atraindo uma onda gigantesca de celebridades, influenciadores e fanáticos da Web 3.0 a se envolverem com a tecnologia. Coleções como CryptoPunks, Bored Ape Yacht Club e Cool Cats ganharam popularidade ao serem utilizados como imagem de perfil no Twitter.

Além disso, o surgimento de leilões de NFTs por casas de leilão tradicionais como a Christie's e a Sotheby's estão proporcionando uma assistência global para impulsionar a adoção da tecnologia, um tema que foi compartilhado pelo cofundador e diretor de operações da CoinGecko, Bobby Ong.

As vendas totais combinadas de NFTs colecionáveis ​​e de arte ultrapassaram US$ 7,4 bilhões no quarto trimestre de 2021. Para comparação, as vendas de arte e colecionáveis ​​registraram US$ 17,8 milhões e US$ 55,5 milhões, respectivamente, no início deste ano, números que parecem incompreensíveis para um mercado ainda no início.

Para um maior contexto sobre o destaque da palavra NFT, o Oxford Dictionary, do Reino Unido, recentemente concedeu sua prestigiosa palavra do ano a Vax, um símbolo do impacto significativo da vacinação contra COVID-19 nos últimos dois anos em todo o mundo.

O Oxford Dictionary estreou uma terminologia do mundo cripto em sua edição online em agosto de 2013, com a introdução da palavra "bitcoin". A palavra criptomoeda seguiu o exemplo pouco menos de um ano depois, enquanto, mais recentemente, "Satoshi" entrou para a lista exclusiva de arbitragem linguística.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também