Número de usuários de criptoativos passa de 106 milhões, diz pesquisa

Levantamento mostra crescimento de quase 50% no número de usuários de criptoativos desde junho de 2020 e explica algumas razões por trás deste fenômeno

Um relatório do site Crypto.com divulgado nesta quarta-feira, 24, mostra que o mercado de criptoativos tem atualmente cerca de 106 milhões de usuários. É a primeira vez que o número ultrapassa a marca de 100 milhões de pessoas — em junho de 2020, eram 73 milhões.

Apenas em janeiro, o crescimento foi de 15,7% e, segundo o levantamento, "a alta do bitcoin foi impulsionada por usuários já existentes, mas sustentada por novos usuários". O estudo diz que o preço da principal criptomoeda do mundo foi o fator mais importante para o aumento de usuários, mas outros fatores, como o crescimento da popularidade das aplicações de finanças descentralizadas (DeFi), também favorecerem o aumento da adoção dos criptoativos.

Um dos motivos que reforça essa tese é o crescimento da adoção do Ethereu, rede onde rodam a maioria das aplicações de DeFi. Em janeiro, enquanto a adoção do bitcoin cresceu 13,1%, a do Ethereum subiu 30,2%. Além disso, em agosto de 2020, quando o ecossistema DeFi começou a "explodir", o Ethereum foi o criptoativo que mais cresceu.

O relatório também aponta que o aumento nos investimentos institucionais, como da MicroStrategy e da Square, também impactaram positivamente no crescimento do mercado. A entrada da Tesla, entretanto, não pôde ser avaliada, já que aconteceu no início de fevereiro, enquanto a pesquisa foi computou dados apenas até o final de janeiro.

A entrada do PayPal no mercado de criptoativos, permitindo que seus mais de 320 milhões de usuários comprem, vendam, guardem e utilizem criptoativos, também impulsionou a adoção dos ativos digitais, mostra o levantamento.

A pesquisa do Crypto.com utiliza como base as informações fornecidas por 24 das maiores exchanges e plataformas de negociação de criptoativos do mundo, como Binance, Bitfinex, Gemini, Huobi, Kraken, KuCoin, OKEx, Poloniex, FTX, HitBTC, entre outras — além, é claro, da própria Crypto.com.

O número de usuários de criptoativos apontado pelo relatório mostra como, apesar de números impactantes — como o valor de mercado do bitcoin, que pasou de 1 trilhão de dólares —, este mercado ainda é restrito a um grupo relativamente pequeno de pessoas. Ao mesmo tempo, também indica como existe espaço para desenvolvimento e crescimento deste universo.

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da Exame, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também