Com recorde, Ethereum supera Nestlé e Disney e fundador vira bilionário

Ether chega a US$ 3.200, leva criptomoeda a um valor de mercado superior à de empresas famosas e faz de Vitalik Buterin um novo bilionário

Após mais um recorde de preço, registrado na manhã desta segunda-feira, 3, o Ethereum atingiu um valor de mercado superior a 365 bilhões de dólares, ultrapassando a capitalização de empresas como Nestlé, Disney, PayPal e Procter & Gamble. Com a alta, a carteira de Vitalik Buterin, criador da criptomoeda, superou o valor de 1 bilhão de dólares pela primeira vez.

O ether (ETH) chegou a 3.200 dólares, acumulando alta de quase 30% nos últimos sete dias e 330% no ano. Após o registro da nova máxima, a cotação da criptomoeda recuou um pouco, agora negociada a 3.120 dólares. Mesmo assim, a carteira de Vitalik, que possui saldo de 333.500 ETH, segue bilionária, avaliada em 1,04 bilhão de dólares.

As carteiras de criptoativos em blockchain têm seus dados públicos, acessíveis para qualquer pessoa. Os dados, entretanto, são anônimos, e para identificar o proprietário de um endereço específico, é preciso cruzar informações de verificação de identidade, ou que o próprio dono reconheça a posse de determinado endereço - como é o caso da carteira de Vitalik, que ele mesmo divulgou nas redes sociais.

O criador do Ethereum também afirmou possuir outras carteiras com o ativo, mas disse que elas são "bem pequenas, relativamente falando" e que nunca teve mais de 0,9% de todos os ethers em circulação. Quando divulgou a sua carteira, em 2018, Vitalik respondia a uma acusação do economista e escritor Nouriel Roubini, que dizia que os criadores do Ethereum teriam ficado com 75% do total de criptomoedas em circulação.

Em resposta, Vitalik divulgou sua carteira e afirmou que seu patrimônio "nunca chegou perto de 1 bilhão de dólares". Na época, 1 ETH era equivalente a menos de 200 dólares, mas, com a alta que levou o ativo a multiplicar o seu preço por 15 desde então, o patrimônio de Vitalik Buterin chega a 1 bilhão de dólares pela primeira vez.

A alta do ether também levou o projeto a se tornar o um dos 30 ativos globais mais valiosos do mundo. Com uma capitalização de mercado superior a 365 bilhões de dólares, superou grandes empresas como Nestlé, Disney, Bank of America, PayPal, Procter & Gamble, Roche, e se aproxima do valor de mercado de Nvidia, Mastercard e do ETF mais popular do mundo, o SPDR S&P 500, cujo market cap é de 383 bilhões de dólares.

Apesar do crescimento, o ether ainda está distante da capitalização de mercado do bitcoin que, cotado atualmente a 58 mil dólares, vale mais de 1 trilhão de dólares. A diferença entre ambos, entretanto, nunca esteve proporcionalmente tão baixa.

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da Exame, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.