Com foco no longo prazo, MicroStrategy quer mais R$ 2 bilhões em bitcoin

Empresa de softwares, que já tem mais de 92 mil bitcoins, pretende comprar mais US$ 400 milhões da criptomoeda com nova oferta de títulos
 (Joe Raedle/Getty Images)
(Joe Raedle/Getty Images)
G
Gabriel Rubinsteinn

Publicado em 07/06/2021 às 11:28.

Última atualização em 07/06/2021 às 23:17.

A recente queda no preço do bitcoin não preocupa Michael Saylor, CEO da empresa de desenvolvimento de softwares MicroStrategy, que já possui mais de 92 mil unidades da criptomoeda. Nesta segunda-feira, 7, a companhia anunciou planos para comprar mais 400 milhões de dólares (2 bilhões de reais) em bitcoin.

A empresa, que tem ações listadas na Nasdaq, foi uma das primeiras a anunciar o uso de parte de suas reservas para investir na criptomoeda. Ao todo, a MicroStrategy já comprou 92.079 bitcoins, a um preço médio de 24.450 dólares, bastante abaixo do valor atual do ativo digital, de 36 mil dólares. Até o momento, o investimento inicial de 2,25 bilhões de dólares em bitcoin pela empresa apresenta lucro de 50%.

Para efetivar o novo aporte, a empresa pretende emitir títulos de obrigações seniores, uma espécie de oferta de dívida, e o valor arrecadado será utilizado para a compra de bitcoin. Segundo a empresa, a MicroStrategy vai garantir as notas emitidas com o bitcoin que será comprado.

"As notas serão total e incondicionalmente garantidas em uma base sênior garantida, conjunta e separadamente, pela MicroStrategy Services Corporation, uma subsidiária integral da MicroStrategy, e certas subsidiárias da MicroStrategy que podem ser formadas ou adquiridas após o fechamento da oferta", afirmou a empresa.

No último fim de semana, Michael Saylor afirmou, em painel ao lado de Max Keiser na conferência "Bitcoin 2021", em Miami, que não está preocupado com a recente movimentação de preço do bitcoin - que caiu 40% desde sua máxima registrada em abril - e que continua acreditando na valorização a longo prazo da criptomoeda.

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o seu funcionamento. Confira.