Future of Money

Bitcoin e principais criptos sobem após “turbulência” com conflitos geopolíticos em Israel

Escalada geopolítica após o Irã lançar ataque de mísseis contra Israel impactou a cotação das principais criptomoedas do mercado, mas dois fatores agora são responsáveis por recuperação

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Mariana Maria Silva
Mariana Maria Silva

Repórter do Future of Money

Publicado em 15 de abril de 2024 às 12h20.

Última atualização em 15 de abril de 2024 às 12h24.

O bitcoin e as principais criptomoedas se recuperam após um final de semana turbulento. A escalada geopolítica envolvendo um ataque do Irã com drones e mísseis contra Israel no último sábado, 13, fez com que os criptoativos, disponíveis para negociação 24 horas por dia nos 7 dias da semana, fossem os primeiros a sofrer.

No entanto, a aprovação dos primeiros ETFs de bitcoin e ether à vista em Hong Kong e a expectativa pelo halving que ocorrerá ainda esta semana ajudaram a impulsionar os preços de volta para cima nesta segunda-feira, 15.

No momento, o bitcoin é cotado a US$ 64.455, com alta de 0,8% nas últimas 24 horas, de acordo com dados do CoinMarketCap. Nos últimos sete dias, a principal criptomoeda ainda acumula queda de aproximadamente 10%.

Já o ether, criptomoeda nativa da rede Ethereum, é cotado a US$ 3.129 no momento, com alta de 2,8% nas últimas 24 horas. Nos últimos sete dias, no entanto, a segunda maior criptomoeda do mundo despencou mais de 14%.

Tensões geopolíticas

As tensões geopolíticas envolvendo Israel impactaram a cotação das criptomoedas assim como o estouro da guerra entre Rússia e Ucrânia fizeram a classe de ativos despencar no início de 2022.

Dados da Coinglass mostram que cerca de US$ 1,5 bilhão em posições de derivativos apostando na alta de criptomoedas foram liquidadas na sexta-feira, 12 e no sábado, 13.

Posições alavancadas “ficaram completamente sobrecarregadas nos últimos três dias, o que fez com que os preços se deteriorassem sensivelmente” nos ativos digitais, disse Zaheer Ebtikar, fundador do fundo cripto Split Capital, em entrevista à Bloomberg.

ETFs em Hong Kong e o halving

Por outro lado, a aprovação dos primeiros ETFs de bitcoin e ether à vista em Hong Kong ajudou a alimentar o otimismo do mercado cripto.

A Securities and Futures Comission de Hong Kong (SFC, na sigla em inglês), uma equivalente à CVM do Brasil, autorizou que três gestoras lancem fundos negociados em bolsa com exposição direta tanto ao bitcoin quanto ao ether.

Nos Estados Unidos, a aprovação dos ETFs de bitcoin à vista pela SEC em janeiro deste ano fez com que as carteiras de gestoras recebessem bilhões em fluxos de entrada e a demanda institucional pela criptomoeda disparasse. No país, gigantes como a BlackRock tentam aprovar um ETF de ether à vista, mas especialistas ainda possuem expectativas baixas de que isso aconteça ainda neste semestre.

De acordo com o Índice de Medo e Ganância, o sentimento do mercado ainda é de “ganância extrema” em 72 pontos. Isso significa que boa parte dos investidores ainda está otimista em relação aos criptoativos.

Além disso, as expectativas pelo halving se acumulam cada vez mais conforme o evento, que é um dos mais esperados do ano, se aproxima. Embora alguns ainda estejam cautelosos, muitos investidores e especialistas acreditam que o halving, que corta a emissão do bitcoin pela metade uma vez a cada quatro anos, deve ajudar a impulsionar o preço da criptomoeda.

Previsto para acontecer no final desta semana, o bitcoin alimenta as expectativas de investidores há meses e pode ter benefícios para além de uma possível valorização de preço.

Criptomoedas hoje

Além de bitcoin e ether, diversas criptomoedas entre as 20 maiores do mundo por valor de mercado disparam nesta segunda-feira, 15. Confira a valorização de cada uma delas nas últimas 24 horas, de acordo com dados do CoinMarketCap:

• Solana (SOL): + 4,8%
• Toncoin (TON): + 4,9%
• Bitcoin Cash (BCH): + 6,5%
• Polkadot (DOT): + 4,8%
• Polygon (MATIC): + 5,6%
• Internet Computer (ICP): + 5,4%

Sabia que você pode investir em Bitcoin, ether, Polygon e muitas outras moedas digitais direto no app da Mynt? Comece com R$ 100 e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Clique aqui para abrir sua conta gratuitamente.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosBitcoinIsraelConflito árabe-israelense

Mais de Future of Money

El Salvador usa energia de vulcão para obter R$ 149 milhões em bitcoin

Estado nos EUA revela investimento de R$ 800 milhões em ETFs de bitcoin

Cenário macroeconômico dos EUA será decisivo para o bitcoin nos próximos meses; entenda

Deutsche Bank vai participar de projeto para testar tokenização em Singapura

Mais na Exame