Future of Money

Bitcoin e ether operam em queda, com correção após aprovação de ETFs nos EUA

SEC aprovou pedidos de lançamento de fundos negociados em bolsa de preço à vista da criptomoeda da Ethereum

SEC aprovou pedidos para lançamento de ETFs de ether (Reprodução/Reprodução)

SEC aprovou pedidos para lançamento de ETFs de ether (Reprodução/Reprodução)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 24 de maio de 2024 às 11h28.

Última atualização em 24 de maio de 2024 às 12h49.

O bitcoin e o ether operam em queda nesta sexta-feira, 24, em um movimento que analistas classificam como correção de preços após as fortes altas no início da semana, geradas pelas expectativas em torno da aprovação dos ETFs de ether. Na última quinta-feira, 23, a SEC aprovou as solicitações de lançamento desses fundos.

Dados da plataforma CoinGecko apontam que, por volta das 11h15, o bitcoin operava em queda de 1,4% no acumulado das últimas 24 horas, cotado a US$ 67.147. Já o ether registra desvalorização de 2,9%, cotado a US$ 3.686. Porém, considerando a variação nos últimos sete dias, os ativos têm alta de 1,9% e 20,7%, respectivamente.

João Galhardo, analista da Mynt, plataforma cripto do BTG Pactual, avalia que as quedas nos preços das duas criptomoedas "não deve ser motivo de alarme. Estamos observando uma correção normal de mercado, após uma alta de quase US$ 500 bilhões na capitalização do mercado cripto desde o início de maio".

"Tais correções são comuns após altas expressivas e, considerando os desenvolvimentos recentes no mercado de criptoativos, é provável que a tendência de alta retome em breve", avalia o analista. No acumulado da semana, as maiores altas são de criptomoedas meme, enquanto as maiores quedas são dos projetos Arweave e Core.

ETFs de ether

A dinâmica do mercado cripto nesta semana foi marcada pela aprovação dos pedidos de lançamento de fundos negociados em bolsa (ETFs, na sigla em inglês) de preço à vista de ether pela primeira vez. A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, liberou os pedidos, marcando uma reversão na sua postura sobre o caso.

Até o início desta semana, a expectativa era que a SEC não aprovaria os pedidos devido à visão do regulador de que a criptomoeda não possui um mercado tão grande quanto o do bitcoin e de que ela seria um valor mobiliário, e não uma commodity.

Mas, na última segunda-feira, 20, a Bloomberg surpreendeu investidores ao elevar a chance de aprovação dos fundos de 25% para 75%, fazendo o ether disparar mais de 20% em poucas horas. Por outro lado, a SEC aprovou apenas um dos dois formulários necessários para que os ETFs estreiem no mercado, o que significa que o lançamento dos fundos ainda demorará algumas semanas, ou até meses.

Com isso, os efeitos positivos dos ETFs para o preço do ether, em especial uma maior demanda, ainda devem demorar algumas semanas para se concretizarem. A expectativa da corretora OKX é que os fundos receberão US$ 500 milhões em investimentos apenas na primeira semana de negociação.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosEthereumBitcoin

Mais de Future of Money

Comissão Federal de Comércio dos EUA alerta para aumento de golpes românticos com criptomoedas

Bitcoin em “queda livre” é oportunidade de compra? Especialista do BTG responde

G20 debate como blockchain pode ajudar na economia digital e segurança dos maiores países do mundo

Inteligência artificial “vai transformar bancos”, diz pesquisa do Boston Consulting Group

Mais na Exame