Future of Money

Bitcoin supera US$ 71 mil e ether dispara mais de 20% com aprovação de ETF no radar

Maior criptomoeda do mercado voltou a subir após analistas mudarem de posição e projetarem aprovação de ETFs da criptomoeda da Ethereum

Bitcoin disparou mais de 60% nos primeiros meses de 2024 (Reprodução/Reprodução)

Bitcoin disparou mais de 60% nos primeiros meses de 2024 (Reprodução/Reprodução)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 21 de maio de 2024 às 10h39.

Última atualização em 21 de maio de 2024 às 10h51.

O bitcoin voltou a subir nesta terça-feira, 21, e recuperou a maior parte das perdas das últimas seis semanas, rondando o seu último recorde de preço, na casa dos US$ 73 mil. O movimento do ativo, porém, é impulsionado na verdade pela disparada de outra criptomoeda, o ether, que é o destaque do mercado neste início de semana.

Dados da plataforma CoinGecko apontam que o bitcoin acumula uma valorização de 6,2% nas últimas 24 horas, cotado a US$ 70.965. Já o ether apresenta uma alta ainda maior, com ganhos de 23% no mesmo período e cotado a US$ 3.787. O mercado de criptomoedas como um todo registra uma alta de 8,6%, impulsionado pelos dois ativos.

João Galhardo, analista da Mynt, plataforma cripto do BTG Pactual, explica que "após a reviravolta na postura da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a SEC, na segunda-feira, há uma expectativa generalizada de que os ETFs de ether à vista serão aprovados ainda nesta semana".

"Considerando que o mercado estava despreparado para essa aprovação, e diante da crescente probabilidade de que ela ocorra, é provável que os preços continuem a subir à medida que os investidores ajustam suas posições. A aprovação é esperada para atrair fluxos institucionais de compra, semelhantes aos observados nos primeiros meses de negociação dos ETFs de bitcoin à vista", destaca.

Até os últimos dias, a expectativa da maior parte do mercado era de que os pedidos feitos por gestoras para lançar os ETFs seriam rejeitados pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a SEC. O regulador tem até a próxima quinta-feira, 23, para divulgar sua decisão sobre os pedidos, mas analistas indicavam um pessimismo com as chances de aprovação.

A Bloomberg, por exemplo, estimava que a chance de aprovação era de 25%. Entretanto, os analistas Eric Balchunas e James Seyffart anunciaram uma reversão na posição da companhia. Agora, a chance de aprovação dos pedidos de ETFs da criptomoeda da Ethereum foi elevada para 75%, indicando uma expectativa de aprovação dos pedidos.

Ao justificar a mudança, Balchunas disse que os analistas estavam "ouvindo rumores de que a SEC pode fazer uma reversão de 180º, em uma questão cada vez mais política. Então agora todos estão tendo que lidar com isso (como nós, todos presumiam que os pedidos seriam negados". O analista disse que aguarda mais sinais sobre uma aprovação, como atualizações nos pedidos pelas gestoras.

Lucas Josa, analista da Mynt, plataforma cripto do BTG Pactual, explica que houve um conjunto de eventos que indicam uma chance maior de aprovação dos ETFs. Entre eles está a atualização do pedido da gestora Ark Invest, que retirou a prática de staking com ethers adquiridos pelo fundo, e o movimento do Congresso dos EUA de rejeitar uma publicação da SEC que dá poderes ao regulador em relação aos criptoativos.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:BitcoinCriptomoedasCriptoativosEthereumETFs

Mais de Future of Money

Investidores de criptomoedas deveriam estar em pânico, diz fundador de fundo

Binance é acusada de racismo por publicação nas redes sociais e culpa estagiário

Mineradoras de bitcoin listadas nos EUA atingem maior valor da história

Cenário macro dos EUA pode apagar otimismo do bitcoin em 2024? Entenda

Mais na Exame