Acompanhe:

Na última terça-feira, 5, o bitcoin bateu um novo recorde de preço em ao ultrapassar os US$ 44 mil. Agora, as principais criptomoedas também aproveitam o momento otimista do mercado para disparar até 19%.

No momento, o bitcoin é cotado a US$ 44.038, com alta de 5% nas últimas 24 horas, segundo dados do CoinMarketCap. A principal criptomoeda acumula alta de 166% este ano.

Segundo João Galhardo, analista de research da Mynt, plataforma cripto do BTG Pactual, o bitcoin “segue sua tendência de alta fomentada pela perspectiva de um 2024 promissor para o mercado cripto, com potenciais ETFs à vista na bolsa norte-americana e um cenário macroeconômico benéfico para ativos de risco”.

Outras criptos disparam

Apesar de boa parte do otimismo do mercado estar concentrado no bitcoin e o ETF, além do halving, evento que cortará a emissão da principal criptomoeda pela metade em 2024, outras criptomoedas também aproveitam o momento para disparar nesta quarta-feira, 6.

O ether, segunda maior criptomoeda do mundo em valor de mercado, é cotado a US$ 2.257, com alta de 2,28% nas últimas 24 horas.

Mas é outra criptomoeda que se destaca por uma alta significativa na manhã desta quarta-feira, 6. A AVAX, da rede Avalanche, é cotada a US$ 26,16 e já subiu 19,1% nas últimas 24 horas.

A edição mais recente da carteira recomendada de criptoativos da Mynt chegou a recomendar o aumento da exposição em AVAX para dezembro. No documento, analistas da plataforma cripto do BTG Pactual citam a adoção institucional por bancos como Citi e JPMorgan e a posição proeminente da Avalanche na tokenização de ativos do mundo real (RWAs).

Depois da AVAX, também se destacam DOGE, com alta de 14% e ADA, da rede Cardano, que sobe 11,12%.

O Índice de Medo e Ganância do CoinMarketCap aponta “ganância extrema” em 82 pontos nesta quarta-feira, 6.

O sentimento de otimismo parece estar generalizado entre as 20 maiores criptomoedas do mundo por valor de mercado.

SOL, MATIC, DOT e SHIB também sobem 4,5%, 4,5%, 8,6% e 7% nas últimas 24 horas, respectivamente.

Segundo João Galhardo, “os investidores parecem estar percebendo seus níveis de subexposição ao mercado das criptomoedas, corrigindo isso com aquisições que têm elevado os preços”.

“Novos recordes de preços são sempre significativos para o mercado, pois uma máxima anual tende a atrair mais investidores, motivados pelo fenômeno conhecido como ‘FOMO’, sigla em inglês para ‘medo de ficar de fora’. Esse interesse crescente resulta em fluxos adicionais de capital para o mercado de criptomoedas, estabelecendo um ciclo virtuoso que pode levar a um bull market sustentado”, acrescentou o analista à EXAME.

Sabia que você pode investir em Bitcoin, ether, Polkadot, AVAX e muitas outras moedas digitais direto no app da Mynt? Comece com R$ 100 e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Clique aqui para abrir sua conta gratuitamente.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
‘Desconto’ de 99,4% no bitcoin: brasileiro comete erro e vende cripto por apenas US$ 282
Future of Money

‘Desconto’ de 99,4% no bitcoin: brasileiro comete erro e vende cripto por apenas US$ 282

Há 3 horas

JPMorgan diz que reguladores dos EUA tem "algum controle" da cripto USDT
Future of Money

JPMorgan diz que reguladores dos EUA tem "algum controle" da cripto USDT

Há 5 horas

Autor de Pai Rico, Pai Pobre diz que ouro vai cair e bitcoin disparar: ‘tome cuidado’
Future of Money

Autor de Pai Rico, Pai Pobre diz que ouro vai cair e bitcoin disparar: ‘tome cuidado’

Há 7 horas

Telefónica anuncia parceria com blockchain Chainlink para combater golpes na internet
Future of Money

Telefónica anuncia parceria com blockchain Chainlink para combater golpes na internet

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais