Esporte
Acompanhe:

Dupla de Stefani vai à semi e Bia Haddad às quartas no WTA de Adelaide

A canhota Beatriz Haddad, número 15 do mundo, garantiu presença nas quartas de final de simples do WTA 500 de Adelaide após superar a americana Amanda Anisimova

Tênis: no masculino, o gaúcho Rafael Matos e o parceiro David Vega também se classificam (Twitter CBT/Reprodução)

Tênis: no masculino, o gaúcho Rafael Matos e o parceiro David Vega também se classificam (Twitter CBT/Reprodução)

A
Agência Brasil

11 de janeiro de 2023, 14h57

O tênis brasileiro brilhou na madrugada desta quarta-feira, 11, em Adelaide (Austrália) nos últimos torneios (feminino e masculino) antes da abertura do primeiro Grand Slam da temporada, o Aberto da Austrália, no próximo domingo, 15.

A dupla da campinense Stefani com a americana Taylor Towsend avançou à semifinal do WTA 500 ao derrotar as favoritas Demi Schuurs (Holanda) e Desirae Krawcyk, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 4/6 e 10/7. Stefani e Towsend vão buscar uma vaga na final logo mais, às 23h (horário de Brasília) contra as thecas Marketa Vondrousova e Miriam Kolodziejova.

Quem também fez bonito foi a canhota Beatriz Haddad, número 15 do mundo, que garantiu presença nas quartas de final de simples do WTA 500 de Adelaide, após superar a americana Amanda Anisimova (29ª no ranking mundial).

Haddad levou a melhor por 2 sets a 1 (6/4 e 7/5), após 2 horas de confronto. Nas quartas, a brasileira enfrentará a vencedora do duelo entre a espanhola Paula Bardosa (cabeça de chave 9) e a estoniana Kaia Kanepi.

Na disputa masculina, a parceria do gaúcho Rafael Matos com o espanhol David Vega se classificou às quartas do  ATP 250 de Adelaide. Na primeira partida da dupla nesta temporada, Matos e Vega (cabeças de chave 7) derrotaram os australianos Jeremy Beale e Luke Saville por 2 sets a 1 (parciais de 7/5, 3/6 e 10/7).  Os próximos adversários serão o croata Ivan Dodig em parceria com o americano Austin Krajicek.

Já a dupla do mineiro Marcelo Melo com o americano Mackenzie McDonald parou nas oitavas em Adelaide, ao perderem para a parceria do britânico Lloyd Glasspool e o finlandês Harri Heliovaara por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7-3) e 6/3.

Pigossi, a uma vitória do Aberto da Austrália

A paulista Laura Pigossi, cabeça de chave 11, avançou à terceira e última rodada do qualificatório para o Aberto da Austrália. A japonesa japonesa Misaki Doi, adversária que enfrentaria na noite de ontem, 10, pela segunda rodada, desistiu da disputa.

Bronze nas duplas na Olimpíada de Tóquio ao lado de Luisa Stefani, a paulista disputou o quali do Aberto da Austrália no ano passado, mas perdeu na estreia. Meses mais tarde, competiu pela primeira vez em um Grand Slam no Torneio de Wimbledon, o mais tradicional do circuito.