• AALR3 R$ 20,19 -0.05
  • AAPL34 R$ 68,25 2.20
  • ABCB4 R$ 16,89 1.20
  • ABEV3 R$ 13,98 -0.29
  • AERI3 R$ 3,80 4.40
  • AESB3 R$ 10,88 1.68
  • AGRO3 R$ 30,81 0.23
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,40 2.05
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,50 3.73
  • AMBP3 R$ 31,38 4.43
  • AMER3 R$ 24,06 2.51
  • AMZO34 R$ 64,63 -3.02
  • ANIM3 R$ 5,70 4.59
  • ARZZ3 R$ 80,29 -1.32
  • ASAI3 R$ 15,97 0.06
  • AZUL4 R$ 21,72 2.94
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,28 3.46
  • AALR3 R$ 20,19 -0.05
  • AAPL34 R$ 68,25 2.20
  • ABCB4 R$ 16,89 1.20
  • ABEV3 R$ 13,98 -0.29
  • AERI3 R$ 3,80 4.40
  • AESB3 R$ 10,88 1.68
  • AGRO3 R$ 30,81 0.23
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,40 2.05
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,50 3.73
  • AMBP3 R$ 31,38 4.43
  • AMER3 R$ 24,06 2.51
  • AMZO34 R$ 64,63 -3.02
  • ANIM3 R$ 5,70 4.59
  • ARZZ3 R$ 80,29 -1.32
  • ASAI3 R$ 15,97 0.06
  • AZUL4 R$ 21,72 2.94
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,28 3.46
Abra sua conta no BTG

Investidores em busca de negócios de impacto e créditos de carbono

Rio Bravo e TBLI fazem evento sobre o impacto das empresas na sociedade e o escritório Stoche Forbes promove debate sobre o mercado brasileiro de carbono
A sigla ESG tomou de assalto o mercado financeiro. Esse modelo de atuação representa uma nova maneira de analisar empresas, tendo como base o impacto socioambiental (Unsplash/Micheile Henderson)
A sigla ESG tomou de assalto o mercado financeiro. Esse modelo de atuação representa uma nova maneira de analisar empresas, tendo como base o impacto socioambiental (Unsplash/Micheile Henderson)
Por Rodrigo CaetanoPublicado em 06/10/2020 06:00 | Última atualização em 05/10/2020 20:10Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O impacto das empresas na sociedade será tema de dois debates online, hoje. O grupo TBLI realiza sua conferência anual, cujo tema será os investimentos socioambientais e de impacto. Entre os palestrantes, estará Robert Rubinstein, fundador do TBLI e pioneiro nas discussões sobre ESG (meio ambiente, social e governança, na sigla em inglês). 

Na mesma linha, a gestora Rio Bravo faz uma live, em seu canal do Youtube, com o tema ESG na gestão de fundos de investimento. O debate terá a participação de Rafael Gersely, especialista em finanças sustentáveis da Sitawi, organização sem fins lucrativos que auxilia empresas, investidores e fundos filantrópicos a desenvolver produtos financeiros. 

Além de Lowery, também participam Gustavo Fontenele, coordenador de finanças verdes do Ministério da Economia, Gleice Donini, superintendente de sustentabilidade da B3, e Fabio Alperowitch, fundador da gestora Fama. 

Relatório ESG

A sigla ESG tomou de assalto o mercado financeiro nos últimos 12 meses. Esse modelo de atuação representa uma nova maneira de analisar empresas e investimentos, tendo como base o impacto socioambiental gerado pela atuação empresarial. 

O problema é que o conceito ainda gera dúvidas no investidor. Afinal, como é possível proteger o meio ambiente, reduzir as desigualdades sociais e, ainda por cima, ganhar dinheiro? O papel das empresas, no final do dia, não é dar retorno ao acionista? É justamente essa concepção de que o lucro vem em primeiro lugar que o conceito ESG busca desconstruir. 

Para facilitar a vida do investidor nesse processo de quebra de paradigmas, a EXAME Research, a casa de análises de investimentos da EXAME, lançou seu primeiro relatório ESG. Com o título de “Quem Você Quer Ter como Sócio”, o trabalho apresenta um perfil do conceito abordando cada aspecto do ESG.

“Queremos ajudar as pessoas a investir de acordo com seus princípios e as empresas a avançar na agenda de sustentabilidade”, afirma Renata Faber, analista ESG da Research. “Escutamos muito falar sobre ESG nos últimos meses e queremos abordar esse assunto de forma didática. O que é relevante em cada setor? O que é importante dentro de cada ´letra´?”

O relatório está disponível no site da EXAME Research.