Venda de material de construção cai e setor vê fundo do poço

Segundo os dados da Abramat, as vendas de materiais no mês passado caíram 10,9 por cento sobre o mesmo período de 2014

São Paulo - As vendas de materiais de construção no Brasil em agosto voltaram a cair na comparação anual, e a associação que reúne fabricantes do setor, Abramat, afirmou que a indústria começou a dar sinais de que está chegando perto do fundo do poço.

Segundo os dados da Abramat, as vendas de materiais no mês passado caíram 10,9 por cento sobre o mesmo período de 2014, avançando 4,1 por cento sobre julho. Com isso, o resultado no acumulado dos oito primeiros meses deste ano é de queda de 10,1 por cento.

O setor manteve a projeção de queda de 7 por cento das vendas em 2015 como um todo, previsão que foi piorada no início de agosto ante a expectativa da entidade no começo do ano de crescimento de 1 por cento.

"O mercado continua deprimido para os materiais, mas parece estar chegando ao fundo do poço", afirmou o presidente da entidade, Walter Cover, em comunicado à imprensa, citando fatores como estoques em queda e substituição de importações.

O setor de materiais para acabamento manteve em agosto tendência de queda maior nas vendas que o segmento de materiais de base diante da conclusão de projetos imobiliários de anos antes e fraqueza nos lançamentos de novos.

"Como prevíamos, as vendas de materiais de acabamento estão e devem continuar apresentando uma queda maior que os produtos de base nesse restante do ano, em função do final do ciclo imobiliário iniciado em 2012/2013", disse Cover.

Em agosto, as vendas de materiais de base caíram 7,8 por cento sobre o mesmo período de 2014. Já o segmento de acabamento teve queda de 15,6 por cento no faturamento na mesma comparação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.