S&P pode reduzir o rating da CSN

As incertezas em relação à aquisição da Cimpor pela CSN colocam os ratings da companhia em perspectiva negativa

SÃO PAULO - A agência de classificação de risco Standard Poor's (S&P) colocou os ratings da Companhia Nacional Siderúrgica (CSN) em perspectiva negativa após o anúncio de oferta pública para adquirir a portuguesa Cimpor. De acordo com a S&P, os ratings da CSN, em período de revisão, poderão permanecer em "BB+" na escala global e "brAA+" na Escala Nacional, ou serem rebaixados em um degrau.

Segundo a agência, a decisão dependerá do quanto o preço da aquisição afetará o perfil financeiro da CSN. Na manhã da última sexta-feira (18/12), a CSN lançou uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a totalidade do capital da Cimpor, oferecendo 5,75 euros por ação.

Caso a CSN assuma 100% do capital da produtora de cimento Cimpor pelo valor anunciado, a siderúrgica teria que desembolsar cerca de 3,9 bilhões de euros e assumir uma dívida líquida de 1,8 bilhão de euros. Na avaliação da agência de risco, isso poderia enfraquecer a atual forte liquidez da companhia e seus indicadores de proteção do fluxo de caixa.

A conclusão da oferta ainda está condicionada à aceitação de acionistas detentores de pelo menos 50% das ações da Cimpor e das autoridades antitrustes da Europa.

Por outro lado, a S&P não descarta que a aquisição deve ampliar a diversificação de negócios da CSN e incrementar sua produção de cimento que vem crescendo no Brasil.
 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.