OCDE espera inflação acima de 5% no Brasil

Novo relatório estimou indicador em 5,3% para este ano e 2013

São Paulo – A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou hoje o segundo volume do ano de seu relatório de projeções econômicas mundiais.

Como aponta o novo documento, a organização espera que a inflação no Brasil fique acima do centro da meta neste ano e em 2013. A expectativa é que os preços para o consumidor subam 5,3% em 2012 e em 2013, quando o centro da meta brasileira está em 4,5% para os dois anos.

A projeção para este ano é maior do que a da primeira edição do relatório de projeções, divulgada em maio. No relatório antigo, a expectativa era de uma inflação em 4,9% em 2012. Para 2013, o indicador já era de 5,3%.

Para o crescimento do PIB, a OCDE reforçou o número que já é quase consenso no mercado: crescimento de 1,5% em 2012. Para 2013, a expectativa é de uma recuperação, com crescimento de 4%.

Outra novidade da segunda edição do relatório é que, ao contrário da primeira, traz também projeções para 2014. A expectativa da OCDE é que o PIB brasileiro cresça 4,1% e a inflação feche em 5,2%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.