May quer diminuir imposto e elevar investimentos em pesquisa

A estratégia foi preparada para conter a cautela em relação ao país após o plebiscito que decidiu pela sua saída da União Europeia

Londres - A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, afirmou nesta segunda-feira que o governo pretende elevar os gastos em pesquisa e desenvolvimento e baixar o imposto corporativo para o menor patamar entre os 20 principais economias do planeta.

A estratégia foi preparada para conter a cautela em relação ao país após o plebiscito que decidiu pela sua saída da União Europeia.

Apesar da diminuição da carga sobre as empresas, May também afirmou que as regras de governança corporativas devem ser endurecidas.

"A comunidade empresarial precisa abrir a cabeça para uma nova abordagem da mesma forma que o governo", afirmou a primeira-ministra durante um discurso para a Confederação da Indústria do país, uma associação que representa 190 mil negócios.

Em sua fala, May afirmou que o plano construído pelo governo pretende ajudar o Reino Unido a superar "desafios que há muito emperram nossa economia".

Theresa May não especificou qual seria o tamanho do corte sobre os impostos corporativos, mas logo após a vitória do Brexit, o então secretário de Tesouro, George Osbourne, anunciou que planejava reduzir a taxa para 15% abaixo disso.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também