A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Governo tem cuidado da solidez macroeconômica, diz Dilma

A declaração faz clara referência ao tripé composto pelo controle da inflação, metas de superávit primário e câmbio flutuante

São Paulo - A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira,14, durante inauguração da fábrica de transformadores da Balteau, no Distrito Industrial de Itajubá (MG), que o governo federal tem cuidado da solidez macroeconômica, em clara referência ao tripé composto pelo controle da inflação, metas de superávit primário e câmbio flutuante.

Ela lembrou que a inflação vai ficar dentro da meta pelo 10º ano consecutivo e que o país manteve o rigor fiscal mesmo com a mais grave crise depois de 1929. Dilma afirmou ainda que o governo mantém as metas de endividamento sobre rígido controle. "Nossa dívida líquida, na relação do setor público sobre o PIB (Produto Interno Bruto), é uma das menores do mundo."

A presidente disse também que o governo elevou os níveis das reservas internacionais para US$ 376 bilhões e que o governo manteve a flexibilidade cambial. "Dentro da variabilidade cambial, queremos dar maior estabilidade ao País."

A presidente afirmou que o Brasil está em uma nova etapa do desenvolvimento da indústria. Ela afirmou que a inauguração da fábrica da Balteau evidencia o desafio que reside na nova etapa do desenvolvimento da indústria brasileira. "Uma etapa baseada na produção de inovação e incorporação dessa inovação aos processos produtivos e aos produtos."

Dilma disse que a parceria entre o governo e as empresas fomenta a tecnologia e amplia a competitividade. "Incorporar inovação aos processos produtivos dará maior solidez ao crescimento do País."

A presidente afirmou ainda que nenhum empresário investe se não tiver retorno do investimento, se não acreditar que a demanda por seus produtos será crescente. Ela disse que a inauguração da fábrica expressa aposta da Balteau no crescimento da indústria e da economia do Brasil.

A presidente afirmou ainda que o governo federal retomou o planejamento da expansão da oferta de energia no Brasil. "Ser parceiro da indústria nacional é um dos grandes objetivos do nosso governo."

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também