Expansão da demanda chinesa por metais pode ter atingido pico

Os mercados de ferrosos sustentaram o avanço após relatórios que mostraram ganhos dos índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) nos setores de construção e aço em maio
 (Bloomberg/Qilai Shen)
(Bloomberg/Qilai Shen)
Por BloombergPublicado em 31/05/2021 10:00 | Última atualização em 31/05/2021 14:14Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O crescimento da demanda por metais na China está próximo ou pode ter atingido um pico.

Os mercados de ferrosos sustentaram o avanço após relatórios que mostraram ganhos dos índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) nos setores de construção e aço em maio. No entanto, dados um pouco mais fracos no índice de fábricas podem sinalizar problemas para outros metais se indicarem que a recente alta dos preços está contribuindo para desacelerar o crescimento da manufatura. Os custos de insumos estão agora no maior nível desde 2010, causando pressão sobre empresas de menor porte em particular, segundo números divulgados na segunda-feira.

E, embora o PMI da construção novamente tenha superado o nível de 60 depois de cair em abril, a chegada do verão deve desacelerar a atividade nos canteiros de obras nos próximos meses. A expansão mais fraca do crédito e medidas do governo para esfriar o mercado imobiliário obscurecem ainda mais as perspectivas para o segundo semestre.

O impacto do rali das commodities até agora foi contido entre clientes industriais, mas fábricas, usinas de energia e fazendas na China enfrentam os piores efeitos do aumento dos custos, que ainda não foi repassado aos consumidores.

Os preços ao consumidor e ao produtor subiram, mas o banco central chinês não deve endurecer a política monetária, sob a percepção de que as pressões inflacionárias são transitórias, de acordo com a Bloomberg Economics.

Os altos preços do carvão, entretanto, afetam a produção das fábricas no sul do país. Cerca de 21 cidades de Guangdong, importante província industrial chinesa, estão racionando energia para empresas, pois a recuperação econômica global e o clima quente aumentam a demanda.

Quer saber tudo sobre a política internacional? Assine a EXAME e fique por dentro.