Economia da China deve desacelerar para 7,1% em 2015

Os principais formuladores de políticas da China se encontraram na semana passada para definir as prioridades econômicas para o próximo ano

Pequim - Um grupo de pesquisadores do Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) afirmou que a economia do país pode ter seu ritmo de crescimento reduzido para 7,1% no ano que vem, abaixo dos cerca de 7,4% projetados para este ano.

Os pesquisadores apontam também que o índice de preços ao consumidor deve ter alta de 2,2%, ante 2% deste ano. A projeção é que as exportações registrem elevação de 6,9%, ante incremento de 6,1% neste ano.

As estimativas foram publicadas no site do PBoC em um paper, na sexta-feira. No entanto, o Banco Central chinês afirmou que as projeções não representam a visão oficial da entidade.

Os principais formuladores de políticas da China se encontraram na semana passada para definir as prioridades econômicas para o próximo ano. Ainda que o grupo não tenha anunciado nenhum objetivo específico, a expectativa era de que reduzissem a meta de crescimento do país para 2015. A meta oficial para este ano é de crescimento de 7,5%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também