Coreia do Norte vende ouro na China para recuperar finanças

Segundo a imprensa sul-coreana, o país vizinho teve grandes gastos com as celebrações em homenagem ao seu fundador

Seul – A Coreia do Norte procedeu uma grande venda de ouro na China para recuperar suas finanças depois das grandes celebrações em memória de seu fundador, informa a imprensa sul-coreana.

No total, no último ano, a Coreia do Norte vendeu duas toneladas de ouro por 100 milhões de dólares em barras e joias.

“A Coreia do Norte exporta lingotes de ouro de sua produção e também joias que recuperam na população”, declarou um empresário ao jornal Chosun Ilbo.

“As vendas de ouro das empresas de comércio norte-coreanas são secretas”, destaca o jornal.

“Os norte-coreanos são obrigados a vender suas joias de ouro ao governo”, completa.

A venda das reservas de ouro teria começado com a posse de Kim Jong-Un, após a morte de seu pai Kim Jong-Il, em dezembro de 2011.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.