Canadá entrou em recessão na primeira metade de 2015

No primeiro trimestre do ano, a economia canadense se contraiu 0,2% e, em termos anualizados, a economia encolheu 0,8% no primeiro trimestre e 0,5% no segundo

Toronto - A economia canadense entrou em recessão no primeiro semestre de 2015, confirmou nesta terça-feira o órgão público de Estatísticas do Canadá (EC), que assinalou que no segundo trimestre do ano o Produto Interno Bruto (PIB) se contraiu 0,1%.

No primeiro trimestre do ano, a economia canadense se contraiu 0,2%. Em termos anualizados, a economia encolheu 0,8% no primeiro trimestre e 0,5% no segundo.

Apesar de a definição clássica de recessão considerar dois trimestres consecutivos de contração econômica, o governo do primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, se negou a reconhecer que o país esteja em recessão para não prejudicar sua imagem antes das eleições gerais de 19 de outubro.

O próprio Harper renegou ontem a lei que seu governo aprovou há dois meses que obriga o orçamento geral a não ter déficit e que define uma recessão como "um período de pelo menos dois trimestres consecutivos de crescimento negativo".

O Partido Conservador, que está no poder desde 2006, terá uma eleição difícil pela frente, em um cenário de escândalos e com a queda do setor energético, indústria que o primeiro-ministro canadense favoreceu desde que assumiu o governo, há quase uma década.

Harper e o Partido Conservador basearam sua campanha eleitoral na capacidade de impulsionar a economia. Mas desde que chegou ao poder, todos seus orçamentos gerais foram deficitários e os resultados econômicos deste ano vaticinam más notícias novamente.

Os partidos da oposição destacaram que Harper é o único primeiro-ministro canadense que governou o país em duas recessões consecutivas.

O EC disse que os resultados do primeiro trimestre do ano foram piores do que o anunciado inicialmente, o que obrigou o órgão a revisar suas previsões de crescimento para 2015 para baixo.

O governo da província de Alberta, um dos maiores produtores de petróleo do mundo, disse que sua economia estava em recessão devido a drástica queda dos preços do petróleo, que paralisou os investimentos no setor petroleiro.

Também ontem a Associação de Produtores de Petróleo do Canadá afirmou que desde o princípio deste ano o setor perdeu 35 mil postos de trabalho em Alberta, confirmando o momento difícil do principal motor econômico do Canadá.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.