Acompanhe:

Amazon interrompe construção de sua segunda sede em Arlington, Virgínia

Empresa planeja transferir funcionários para prédios já construídos, que podem acomodar mais de 14 mil trabalhadores, a partir de junho

Modo escuro

 (Rolf Vennenbernd/Getty Images)

(Rolf Vennenbernd/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 4 de março de 2023, 08h59.

A Amazon interrompeu a construção de um enorme complexo imobiliário corporativo perto de Washington, DC, que chama de segunda sede, quando a mais recente retração do setor de tecnologia atingiu um projeto que apenas alguns anos atrás simbolizava a expansão crescente do setor.

A empresa com sede em Seattle disse na sexta-feira, 3, que vai adiar temporariamente o início da segunda fase de seu desenvolvimento em Arlington, Virgínia, onde prometeu gastar US$ 2,5 bilhões até 2030 e trazer mais de 25 mil empregos para a região.

A Amazon havia planejado originalmente iniciar a segunda fase do projeto, que inclui três prédios de escritórios de 22 andares, durante o primeiro trimestre de 2023. Uma nova data de início não foi definida.

Uma primeira fase com duas torres de escritórios está quase concluída, disse a Amazon. A empresa planeja transferir funcionários para esses prédios, que podem acomodar mais de 14 mil trabalhadores, a partir de junho. Atualmente, a empresa tem cerca de 8 mil pessoas trabalhando na área.

"Nossa segunda sede sempre foi um projeto plurianual e continuamos comprometidos com Arlington, Virgínia", disse John Schoettler, vice-presidente global de imóveis e instalações da Amazon, em comunicado. Um porta-voz disse que a empresa tem espaço suficiente para seus funcionários e ainda não precisa iniciar a construção de espaço adicional.

O anúncio da Amazon mostra como a indústria de tecnologia, cujo rápido crescimento durante anos foi um impulsionador econômico nos EUA, começou a se arrastar em algumas áreas da economia. Depois de adicionar funcionários em um ritmo vertiginoso durante a pandemia, a Amazon anunciou recentemente extensas medidas de corte de custos que incluíam demissões.

Créditos

Estadão Conteúdo

Estadão Conteúdo

Agência de notíciasProdução e distribuição de informações, com o melhor conteúdo de notícias, vídeos e o maior acervo de fotojornalismo do País.