Alemanha pressiona BCE por estabilidade de preços

Ministério da Economia cobrou do Banco Central Europeu a retomada do mandato de estabilidade de preços o mais rápido possível

Berlim - O Ministério da Economia da Alemanha cobrou do Banco Central Europeu a retomada do mandato de estabilidade de preços o mais rápido possível, após a autoridade monetária ter adotado medidas extraordinárias.

"O valor monetário precisa ser estável para os preços cumprirem com sua função", afirmou o ministério em relatório anual.

"É por isso que o Banco Central Europeu tem um mandato claro: a meta fundamental da política monetária é garantir estabilidade de preços. É, portanto, crucial que o BCE retorne seu modo normal de política monetária o mais rápido possível", emendou.

O governo alemão geralmente não faz comentários sobre a política do BCE e prefere destacar a independência da autoridade monetária, apesar de o ministro da Economia, Philipp Roesler já ter cobrado, em abril, que a instituição deixe o modo de crise.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.