Casual

Maior levantador de peso dos EUA é vegano

Kendrick Farris é o único homem a representar país na Olimpíada Rio 2016 na modalidade levantamento de peso

Kendrick Farris: levantador de peso segue uma dieta 100% vegana (Getty Images)

Kendrick Farris: levantador de peso segue uma dieta 100% vegana (Getty Images)

Daniela Barbosa

Daniela Barbosa

Publicado em 12 de agosto de 2016 às 10h32.

São Paulo - Quem vê Kendrick Farris não imagina que o maior levantador de peso dos Estados Unidos - e o único homem a representar o país nesta Olimpíada na modalidade - tem uma dieta 100% vegana. 

Desde 2014, Farris adotou o veganismo como estilo de vida e a ideia veio por um único propósito: respeito aos animais. 

Em recente entrevista ao The Huffington Post, ele afirmou não concordar com a forma que os animais são abatidos em massa e por isso tomou a decisão, que a princípio soou estranho para as pessoas próximas a ele, principalmente à sua nutricionista.  

Eliminar a carne e outros derivados de origem animal, no entanto, não foi impeditivo para que o levantador de peso continuasse a brilhar no esporte. Ele é medalhista de ouro nos últimos dois Pan-americanos na categoria masculina até 94 quilos e a proteína animal realmente não faz falta de seu cardápio. 

Para conseguir levantar mais de 200 quilos nas competições, o atleta mantém uma dieta que varia de 5.000 a 8.000 calorias diárias e alimentos como abacate, diversas verduras, shakes de proteína e feijão preto não podem faltar no seu menu. 

No próximo sábado, Ferris vai brigar mais uma vez por uma medalha e antes da competição talvez coma sozinho uma pizza de legumes - seu prato favorito.  

Acompanhe tudo sobre:AtletasEsportistasOlimpíada 2016Olimpíadas

Mais de Casual

Triplex de luxo em Balneário Camboriú tem vista cinematográfica e custa R$ 18 milhões; veja fotos

A estratégia (quase) secreta da Grand Cru para fazer o brasileiro beber mais vinho da Borgonha

Conheça o azeite brasileiro eleito o Melhor do Hemisfério Sul em concurso na Itália

Os Sete Lendários: a mais nova (e disputada) safra da Miolo

Mais na Exame