• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Grupo de moda Kering anuncia que não usará mais peles de animais

Começando com a Gucci em 2017, todas as casas do grupo, com destaque para Balenciaga, Bottega Veneta, Alexander McQueen, Brioni e Saint Laurent, vêm decidindo adotar a medida progressivamente
 (Reuters/Bobby Yip)
(Reuters/Bobby Yip)
Por ReutersPublicado em 24/09/2021 10:53 | Última atualização em 24/09/2021 10:53Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A francesa Kering anunciou nesta sexta-feira que decidiu parar de usar peles de animais em todas as suas marcas, a reação mais recente do setor da moda a preocupações com o tratamento de animais e o meio ambiente.

A partir das coleções do outono de 2022, nenhuma das casas do grupo usará mais peles, disse o comunicado.

"Chegou a hora de dar mais um passo para encerrar o uso de peles em todas as nossas coleções. O mundo muda, assim como nossas clientes, e o luxo naturalmente precisa se adaptar a isso", disse François-Henri Pinault, presidente do conselho e presidente-executivo da Kering.

Começando com a Gucci em 2017, todas as casas do grupo, com destaque para Balenciaga, Bottega Veneta, Alexander McQueen, Brioni e Saint Laurent, vêm decidindo adotar a medida progressivamente.