Casual

Como a Adidas pretende evitar a 'crise do Samba'?

Especialistas acreditam que o pico de vendas do modelo acontecerá neste ano

Adidas Samba ganhou o prêmio 'Tênis do Ano' de 2023 da Footwear News (Edward Berthelot/Getty Images)

Adidas Samba ganhou o prêmio 'Tênis do Ano' de 2023 da Footwear News (Edward Berthelot/Getty Images)

Publicado em 3 de maio de 2024 às 16h01.

Última atualização em 6 de maio de 2024 às 17h13.

Embora a Adidas esteja comemorando bastante o sucesso de vendas de seus modelos Samba, a marca alemã também já monta uma estratégia para evitar que se torne vítima de seu próprio sucesso.

Analistas ouvidos pela Reuters acreditam que as vendas desses modelos icônicos provavelmente atingirão o pico neste ano. Para superar isso, uma estratégia é "não forçar a barra" para continuar vendendo esse tipo de tênis. Isso quer dizer não lançar modelos a qualquer custo (na maioria das vezes collabs bem caros, chegando a custar US$ 350).

Depois de intensificar a produção do modelo Samba, as vendas saltaram de algumas centenas de milhares de pares por mês no início do ano passado para milhões de pares por mês, de acordo com o CEO Bjorn Gulden.

O Adidas Samba ganhou o prêmio "Tênis do Ano" de 2023 da Footwear News, a primeira vitória da marca desde o Yeezy Boost 350 em 2015.

Investidores e analistas estão atentos a sinais de que a Adidas pode se tornar excessivamente dependente de tênis, com o fim abrupto do negócio altamente lucrativo da Yeezy. A Adidas teve prejuízo no ano passado pela primeira vez em 30 anos depois que seu rompimento com o rapper e produtor americano Kanye West pôs fim à linha de tênis.

Como o Adidas Samba virou o tênis do momento após 70 anos

Há algumas temporadas o Adidas Samba tem tomado conta dos pés do mundo. O tênis criado em 1950 e com nome remete ao Brasil, é um dos calçados mais vendidos em sites especializados, como a Droper. Uma soma de fatores explica o sucesso do tênis que nasceu como chuteira.

A história é antiga. Na década de 1940, Adi Dassler, alemão fundador da Adidas, decidiu desenvolver uma chuteira para uso na neve. O calçado seria feito com couro de canguru. No entanto, a peça só foi lançada em 1950, e para aproveitar a visibilidade da Copa do Mundo que aconteceria naquele ano no Brasil, o tênis foi batizado de Samba, em homenagem ao país-sede.

Feito com travas para ser usado no gramado, o tênis foi adaptado para o futebol de salão e posteriormente passou a ser usado por torcedores ingleses em 1980.

O sucesso do modelo da Adidas também atingiu artistas da época como Freddie Mercury, que usou o tênis durante a apresentação do Queen no Live Aid em 1985.

A tendência do estilo de futebol dos anos 1980, hoje é recordada em vídeos no TikTok, com looks de camisetas de clubes, calças largas e Adidas Samba nos pés.

Acompanhe tudo sobre:Adidas

Mais de Casual

Disney planeja grandes investimentos para parques temáticos

São Paulo Coffee Festival: 3ª edição terá 130 marcas, aulas, degustações de café

O que aconteceu com a Abercrombie & Fitch, marca que era sucesso entre jovens em 2010?

Dia dos Namorados: Bvlgari promove evento romântico com show de Tiago Iorc

Mais na Exame