Casual

Clássicos, mas com um pé na ciência: confira as novidades do ano da IWC

A manufatura suíça lança novos modelos da linha Portugieser, até com uma complicação que mede as exceções dos anos bissextos

Portugieser Eternal Calendar da IWC: a ciência na relojoaria (IWC Schaffhausen/Divulgação)

Portugieser Eternal Calendar da IWC: a ciência na relojoaria (IWC Schaffhausen/Divulgação)

Ivan Padilla
Ivan Padilla

Editor de Casual e Especiais

Publicado em 9 de abril de 2024 às 13h00.

Última atualização em 9 de abril de 2024 às 13h07.

GENEBRA. A IWC tem a imagem associada aos robustos relógios da linha Pilot, com inspiração no mundo da aviação. Mas a manufatura sediada em Schaffhausen, na Suíça, também consegue fazer com muita elegância a transição para os chamados dress watches, os relógios para uso mais formal.

A linha clássica Portugieser é a aposta do ano da IWC. Cinco modelos da família, com diferentes versões, foram apresentados em primeira mão a um grupo seleto de jornalistas, em que a Casual EXAME esteve presente, na sede da manufatura, em fevereiro.

Agora, estão sendo oficialmente lançados no salão Watches & Wonders, realizado em Genebra, na Suíça, entre 9 e 13 de abril. Entre as novidades está uma novidade para a marca: uma complicação que não apenas leva em conta os anos bissextos, o calendário perpétuo, como também as exceções que ocorrem ao longo de décadas e séculos. Confira.

Portugieser Automatic

Portugieser Automatic da IWC

Portugieser Automatic da IWC: no tamanho de 42 milímetros

É o mais clássico da linha. A IWC apresenta novos modelos Portugieser Automático nos tamanhos 40 e 42 milímetros, com uma nova construção de caixa mais esguia, resultando em peças mais elegantes e refinadas.

Cristais de safira com vidro duplo oferecem vista dos mostradores, que têm acabamento com 15 camadas de laca transparente. Cristais de safira de abertura maior na parte de trás mostram os movimentos da IWC das famílias de calibre 52000 e 82000.

Novos relógios pedem novas cores. Horizon Blue (azul), Obsidian (preto) e Dune (areia) são nos tons dos relógios de agora. As características marcantes continuam: mostradores limpos com numerais arábicos aplicados, ponteiros tipo Feuille e a escala de minutos de trilhos de trem.

Os mostradores são o resultado de um processo elaborado e altamente complexo. As bases de latão são tratadas com um acabamento sunburst ou recebem uma superfície finamente jateada antes da aplicação da cor.

O Portugieser Automatic em 42 milímetros vem em seis variações, com caixas em ouro branco, outro 5H 18 quilates e aço inoxidável, em pulseiras de couro de crocodilo ou de bezerro ou então de aço. Os novos modelos são alimentados pelo calibre 52011 fabricado pela IW, com reserva de marcha de sete dias (168 horas).

Já o Portugieser 40 milímetros chega em duas versões, um com caixa em ouro branco 18 quilates, mostrador azul Horizon e pulseira de couro de bezerro. A outra é em caixa em ouro 5N 18 quilates, mostrador preto Obsidian e pulseira de couro de crocodilo preto.

Ambos os modelos são alimentados pelo calibre 82200 fabricado pela IWC, com reserva de marcha de 60 horas.

Portugieser Chronograph

IWC Portugieser Chronograph

IWC Portugieser Chronograph: um toque de esportividade (IWC Schaffhausen/Divulgação)

A IWC Schaffhausen lança três novas versões do Portugieser Chronograph.  As novas cores de mostradores, Horizon Blue, Obsidian e Dune, são inspiradas no ciclo do dia e da noite.

O primeiro relógio apresenta um mostrador Horizon Blue em combinação com uma caixa de ouro branco 18 quilates e uma pulseira de couro de bezerro azul. O segundo ostenta um mostrador Obsidian, uma caixa de ouro 5N 18 quilates e uma pulseira de couro de crocodilo preto da Santoni. O terceiro vem com mostrador de cor Dune, uma caixa de aço inoxidável e uma pulseira de couro de crocodilo preto.

Os modelos são alimentados pelo calibre 69355 fabricado pela IWC, um robusto movimento de cronógrafo mecânico em design clássico de roda de colunas, com reserva de marcha de 46 horas.

O Portugieser Chronograph fou lançado em 1998, trazendo um toque de elegância esportiva à coleção. A disposição vertical dos submostradores coloca os minutos parados diretamente às 12 horas, tornando-os fáceis de ler, enquanto os pequenos segundos são posicionados às 6 horas.

Portugieser Hand-Wound Tourbillon Day & Night

Portugieser Hand-Wound Tourbillon Day & Night

Portugieser Hand-Wound Tourbillon Day & Night: turbilhão e ciclo do dia e noite (IWC Schaffhausen/Divulgação)

O Portugieser de corda manual Tourbillon dia & noite combina uma caixa de ouro 18 quilates com um mostrador laqueado em Obsidian e ponteiros banhados a ouro e apliques dourados.

O turbilhão voador de minuto às 6 horas consiste em 56 peças e pesa apenas 0,675 gramas. A complicação ajuda a anular o efeito da gravidade no movimento.

Outro destaque é o inovador indicador de dia e noite, que mostra o ciclo com a ajuda de uma pequena esfera girando em torno de seu eixo. O indicador de dia e noite em forma de globo é visível tanto pelo mostrador quanto pelo lado do movimento.

O calibre de corda manual 81925, fabricado pela IWC e com componentes banhados a ouro, pode ser admirado através do vidro de safira na parte de trás da caixa.

O relógio é equipado com uma pulseira de couro de crocodilo preto finamente trabalhada da Santoni, um renomado fabricante italiano de sapatos de luxo e acessórios de couro.

Ao longo dos anos, o fabricante suíço de relógios de luxo apresentou muitos modelos do Portugieser com complicações complexas, que variam de diferentes versões de seu calendário perpétuo e tourbillons até as exibições astronômicas do Portugieser Sidérale Scafusia - até hoje o relógio mais complicado já feito pela IWC Schaffhausen.

Portugieser Perpetual Calendar

Portugieser Perpetual Calendar

Portugieser Perpetual Calendar: reserva de marcha de 7 dias (IWC Schaffhausen/Divulgação)

A IWC lança desta vez o completamente reformulado Portugieser Perpetual Calendar com caixa de 44 milímetros em Genebra. O relógio vem disponível em quatro versões: duas em ouro branco 18 quilates com mostrador azul Horizon ou Dune, e dois modelos apresentados em ouro Armor Gold®, com mostrador laqueado em Obsidian ou prateado.

Os mostradores recebem acabamento de 15 camadas de laca transparente. A construção da caixa foi completamente reformulada e refinada com um anel de mais fino, combinado com o uso de cristais de safira de dupla caixa na frente e atrás. Todos os novos modelos são alimentados pelo calibre 52616 fabricado pela IWC, com reserva de energia de 7 dias.

Ao longo das últimas duas décadas, o Portugieser Perpetual Calendar estabeleceu-se como um pilar fundamental da coleção. Originalmente desenvolvida por Kurt Klaus, antigo relojoeiro-chefe da IWC Schaffhausen, na década de 1980, a complicação do calendário perpétuo foi continuamente aprimorada e aperfeiçoada ao longo dos anos.

O primeiro Portugieser com calendário perpétuo foi lançado em 2003. A exibição de fase lunar foi aprimorada com uma engrenagem de redução maior, aproveitando as dimensões mais generosas da caixa, aumentando a precisão de 122 para 577,5 anos. Outra inovação agora foi a exibição patenteada Double Moon, que mostra a fase lunar conforme vista dos hemisférios Norte e Sul.

Portugieser Eternal Calendar

Com base na expertise desde a introdução do calendário perpétuo há quase quatro décadas, a IWC agora ultrapassa limites com seu primeiro calendário perpétuo secular.

O calendário perpétuo reconhece os anos bissextos. O Portugieser Eternal Calendar vai além: reconhece também as complexas regras de exceção do ano bissexto do calendário gregoriano.

De tempos em tempos deve-se saltar o ano bissexto. Isso acontecerá três vezes nos próximos quatro séculos – a próxima vez será no ano de 2100. Ou seja, realmente trata-se de uma peça para durar muito tempo.

O calendário gregoriano, usado na maioria dos continentes e culturas hoje, divide o ano em doze meses com 28, 30 ou 31 dias. Anos divisíveis por quatro contam como anos bissextos, o que significa que um 29º dia deve ser adicionado no final de fevereiro.

No entanto, é necessária uma correção adicional para manter o calendário sincronizado com o ano solar real: apenas os anos centenários que podem ser divididos por 400 são anos bissextos, todos os outros são anos comuns. Isso significa que 2000 e 2400 são anos bissextos, enquanto 2100, 2200 e 2300, por exemplo, são anos comuns.

Outro recurso chave deste relógio é a exibição extremamente precisa da fase da lua. Graças a uma redução de engrenagens recém-desenvolvida, a exibição da fase da lua só se desviará da órbita lunar em um dia após 45 milhões de anos.

O Portugieser Eternal Calendar apresenta uma caixa de platina de 44,4 milímetros elaboradamente acabada e uma pulseira de couro de jacaré preto da Santoni. O amplo uso de elementos de vidro, como um mostrador de vidro, uma ponte de movimento de vidro e cristais de safira de dupla caixa, destaca o mecanismo interno. O novo calibre 52640 fabricado pela IWC acumula uma reserva de marcha de sete dias (168 horas).

Acompanhe tudo sobre:IWC SchaffhausenWatches & WondersSuíçaRelógios

Mais de Casual

Dia Nacional do Café: aprenda a identificar e diferenciar os estilos da bebida

O dia mais importante na história da Volvo no Brasil

Taste São Paulo Festival apresenta pratos de chefs premiados a partir de R$ 20

Dia Nacional do Café: celebre em restaurantes que valorizam um bom cafezinho

Mais na Exame