Casual

Aprenda a identificar cafés de qualidade no momento da compra

Desconfie dos cafés que estão com preço muito abaixo do praticado pelo mercado

Prefira os cafés que tenham o Selo de Pureza e Qualidade da ABIC. (Ricardo Mendoza Garbayo/Getty Images)

Prefira os cafés que tenham o Selo de Pureza e Qualidade da ABIC. (Ricardo Mendoza Garbayo/Getty Images)

ABIC
ABIC

Colunista

Publicado em 21 de abril de 2024 às 08h00.

Tudo sobreCafé
Saiba mais

Apaixonado pela bebida, o brasileiro consome, em média, 1.430 xícaras de café por ano. Um hábito que, além de saudável, revela a nossa paixão pelo sabor e aroma do grão. Acostumado a tomá-lo desde cedo, o consumidor sabe identificar o seu estilo preferido, bem como as marcas que melhor atendem o seu paladar. Porém, será que ele é capaz de reconhecer a qualidade do produto no momento da compra?

Para auxiliar o coffee lover a entender quais os critérios que devem ser levados em consideração na hora de escolher o produto na gôndola, conversamos com Aline Marotti, Coordenadora de Qualidade da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), que separou algumas dicas importantes. Confira.

Fique atento ao preço do café

Desconfie dos cafés que estão com preço muito abaixo do praticado pelo mercado. Vender produtos muito mais baratos do que a média é uma característica comum de marcas fraudulentas.

Informações na embalagem do café

  • As marcas devem informar a espécie do grão na embalagem;
  • A indústria deverá informar a composição do seu blend da seguinte forma: predominantemente arábica ou predominantemente canéfora (conilon ou robusta), sem ter que constar o percentual. O percentual somente é obrigatório nos casos de espécie única 100% arábica ou 100% canéfora;
  • O ponto de torra (clara, média ou escura) também deve estar descrito no pacote, ou a informação da classificação de torra;
  • É necessário verificar se a embalagem do café possui informações de contato direto com o fabricante, detalhe que aumenta a confiança no momento da compra;
  • É aconselhável verificar se no rótulo do produto há informações vagas ou ausentes. Além de indicar falta de transparência na comunicação, é um forte indício de um café suspeito.

Selo de certificação da ABIC

Prefira os cafés que tenham o Selo de Pureza e Qualidade da ABIC, pois é uma garantia de que eles passaram por análises de pureza (microscopia) e de qualidade (sensorial), que atestam, de fato, a segurança e a qualidade da bebida que chega até a sua mesa.

Outra dica importante, na hora da compra, é checar a conformidade das marcas no aplicativo ABICAFÉ. Se você identificar no rótulo que o café é “Fora de Tipo”, fique ligado! Embora o café não tenha impurezas, ele não possui uma qualidade mínima recomendável. É necessário ressaltar que a ABIC não certifica cafés Fora do Tipo.

Para não cair em ciladas, siga as dicas acima e procure apenas por cafés seguros e de qualidade. Afinal, nada é melhor do que tomar, sem preocupações, um café quentinho e gostoso. Gostou do conteúdo? Acompanhe a nossa coluna e fique por dentro das novidades sobre o universo do café!

Acompanhe tudo sobre:CaféBebidas

Mais de Casual

O supercarro português de luxo que chega ao mercado por R$ 9 milhões

Dia Nacional do Coquetel: 9 drinques clássicos revisitados para provar em São Paulo

Dia Mundial do Uísque: sete bares com drinques autorais para aproveitar a data em São Paulo

Um por mês e sem hora para acabar. Pesquisa mostra como é o churrasco do brasileiro

Mais na Exame