Casual

Alfaiataria de móveis: marca brasileira abre loja a poucos quilômetros do prédio mais alto do mundo

A Breton, referência no mobiliário de alto padrão há 55 anos, inaugura agora sua primeira loja no exterior, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos

Breton: loja em Dubai é a primeira de expansão global. (Divulgação/Divulgação)

Breton: loja em Dubai é a primeira de expansão global. (Divulgação/Divulgação)

Gilson Garrett Jr.
Gilson Garrett Jr.

Repórter de Casual

Publicado em 6 de abril de 2024 às 07h03.

A Poltrona Mole, concebida pelo arquiteto brasileiro Sergio Rodrigues, é um ícone global e faz parte da coleção permanente do Museu de Arte Moderna de Nova York. O acervo do MoMA também inclui a Cadeira Paulistano, projetada por Paulo Mendes da Rocha, outro importante símbolo do mobiliário brasileiro. Desde os nomes icônicos que transformaram móveis em obras de arte nas décadas de 1950 e 1960 até os contemporâneos irmãos Campana, designers brasileiros vêm fazendo história.

O reconhecimento do design brasileiro se estende às lojas especializadas. A Breton, referência no mobiliário de alto padrão há 55 anos, inaugura agora sua primeira loja no exterior, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Com um showroom de 3.000 metros quadrados, localizado em um dos pontos mais exclusivos da cidade, a empresa quer dessa forma iniciar uma expansão robusta para outros mercados internacionais.

Tudo começa em Dubai

A escolha de Dubai para primeiro ponto de venda fora do Brasil não foi arbitrária. André Rivkind, CEO da Breton, destaca o potencial de negócios da cidade, conhecida por ser ponto de conexão entre destinos variados, e por ser uma referência no segmento de alto padrão. Estima-se que o varejo de luxo tenha movimentado por lá 10 bilhões de dólares na última década.

“Estamos sempre atentos às grandes oportunidades de negócios”, afirma Rivkind. “Esse desenho do processo de internacionalização vem sendo feito há algum tempo. Estudamos diversos mercados, entre eles Dubai, que foi o primeiro local em que a negociação realmente deu certo. O público de lá é extremamente exigente, e o produto da Breton, além de ser atemporal e elegante, tem uma característica muito apreciada pelo público do emirado, que é a qualidade.”

A loja de Dubai apresenta uma vitrine inaugural assinada pela arquiteta brasileira Fernanda Marques. Com uma proposta contemporânea, destaca a identidade brasileira e exibe uma variada linha de produtos Breton.

“O design brasileiro é muito apreciado no mundo”, explica Daniel Pegoraro, diretor de produto, estilo e imagem da marca. “Comercializamos um produto reconhecido no universo da arquitetura e decoração pela sua criatividade e expressão. O diferencial da Breton está na oferta de um design autoral, assinado por expoentes do design brasileiro, totalmente personalizável pelo cliente.”

Os preços das poltronas ficam entre 3.000 e 5.000 reais, mas os valores podem subir consideravelmente em caso de personalização. Cada peça é totalmente customizável, permitindo ao cliente escolher entre medidas, tecidos e acabamentos.

Assim como as lojas no Brasil, a unidade em Dubai adota medidas sustentáveis, com neutralização de emissões de dióxido de carbono na atmosfera, reaproveitamento de resíduos e plantio de árvores na Mata Atlântica. A reputação do mobiliário brasileiro, no fim, precisa ir além do design.

Acompanhe tudo sobre:MóveisArquiteturaLuxo

Mais de Casual

Museus chineses atraem 1,29 bilhão de visitantes por ano

Moda e performance: a On lança roupas e calçados em colaboração com a Loewe

Guia Michelin: os 12 restaurantes com gastronomia de qualidade a um bom preço

Chilli Beans apresenta coleção de óculos e relógios em parceria com a Reebok

Mais na Exame