A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Vagas em tecnologia sobrevivem à crise e disparam 600% em SP

Apesar de desemprego em alta no Brasil, setor “sobrevive” à crise e buscs profissionais

A crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus não afetou as vagas na área de tecnologia, que vive um boom no Brasil nos últimos anos, inclusive com déficit de profissionais qualificados.

Um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) apontou que a procura por profissionais na área será de 420 mil pessoas até 2024 no país. Porém, hoje, o Brasil forma 46 mil profissionais com perfil tecnológico por ano.

De acordo com levantamento da Catho, as carreiras na área tiveram crescimento de até 671% em 2020 na capital de São Paulo, maior cidade do país.

Segundo a pesquisa, que compara a abertura de vagas de 2020 ante 2019, os cargos que mais tiveram crescimento na oferta de vagas foram cientista de dados (671%), desenvolvedor.NET (517%), devOps (460%), web developer (97%) e programador ADVPL (60%).

Para Eber Duarte, diretor de tecnologia da Catho, o aumento na procura por profissionais mesmo em meio à pandemia é reflexo da transformação digital vivenciada por empresas que atuam em São Paulo. 

"Nesta mudança para o digital, o profissional de tecnologia é imprescindível. É ele quem irá conduzir esse processo, que pode ser desde a criação de um site que irá permitir que lojas físicas se tornem e-commerces até a otimização e automação de processos internos que possibilitam a eficiência operacional das companhias. E este movimento não deve terminar num cenário pós-pandemia

A mesma opinião sobre a alta demanda por profissionais de tecnologia também é compartilhada por Antônio Carlos Morim, coordenador da Pós-Graduação em Big Data da ESPM Rio. O professor destaca também que isso leva a mudanças no setor de educação.

“O crescimento de oportunidades ligadas a tecnologia vem sendo uma constante nos últimos anos. Mas, é importante ressaltar, que a pandemia acelerou o processo de expansão das empresas no ambiente digital. Essas demandas ficarão conosco no longo prazo e a área de educação tem experienciado grandes mudanças e vem buscando oferecer formações específicas para aumentar a entrada de profissionais.”

O professor destaca que além de desenvolvedores, também há espaço para criadores de conteúdo digital para podcast, youtube e blogs.

Um levantamento feito em 2020 pela Indeed, site de oportunidades profissionais, também mostra que o setor de tecnologia é o que mais tem oferecido vagas com possibilidade de trabalho remoto, configuração de trabalho que é tendência no pós-pandemia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também