Carreira

Quer trabalhar no Canadá? Governo de Quebéc vai recrutar profissionais direto do Brasil

Quebéc, província canadense, busca contratar 200 brasileiros com salário de até 2 dígitos; veja como se candidatar - o prazo é até o dia 8 de abril

Algumas vagas em Quebec não exigem o francês e para atrair os brasileiros o governo local paga os estudos do idioma   (Posnov/Getty Images)

Algumas vagas em Quebec não exigem o francês e para atrair os brasileiros o governo local paga os estudos do idioma (Posnov/Getty Images)

Publicado em 4 de abril de 2024 às 17h37.

Última atualização em 14 de maio de 2024 às 15h11.

Para você que busca uma oportunidade de trabalho no Canadá, o governo de Quebec selecionando 200 perfis no Brasil para trabalhar na cidade em diferentes setores como indústria, saúde e tecnologia.

Desde 2011 o governo canadense realiza esse movimento de contratação de brasileiros, somando mais de 600 brasileiros contratados.

Por que o Brasil?

O Brasil está entre os 10 países que representam a grande parte dos imigrantes, afirma Elisa Shett Rinco, diretora de Mobilidade Internacional na Québec International, que explica os motivos da cidade canadense ficar de olho na mão de obra brasileira.

“O Brasil tem candidatos muito qualificados, com experiência de trabalho pertinentes com as vagas que temos aqui, além disso, a língua portuguesa também tem proximidade com a língua francesa o que facilita aprender o nosso idioma local”.

O grande número de estrangeiros contratados para os diversos setores é resultado do envelhecimento da população. “Não temos jovens suficientes que integrem o mercado de trabalho para substituir essa população que está envelhecendo. Uma das soluções está sendo o recrutamento internacional”, diz Rinco.

Além do Brasil, outros países são visados para atração de talentos, como França, Bélgica, Senegal, Camarões, Colômbia, México e Marrocos, diz Rinco.

Quais são os requisitos?

Os requisitos variam de acordo com a vaga, mas no geral:

  • Podem se candidatar brasileiros ou estrangeiros que estejam morando no Brasil;
  • Tenham ensino médio, técnico ou superior;
  • Idade mínima de 18 anos;
  • Tenham o idioma francês (idioma local) ou estejam dispostos a aprender o idioma.

“Apesar do país ser bilíngue, a língua oficial em Quebéc é o francês, algumas vagas, principalmente em manufatura não exige o idioma, o entendimento das empresas é que os candidatos vão aprender durante a vida no local”, diz Rinco que reforça que o governo tem um programa de ensino de francês gratuito para os imigrantes. “Os selecionados podem começar estudando gratuitamente a partir do Brasil, online, e depois de forma presencial na Província, tanto os trabalhadores, quanto os cônjuges. E para os filhos em idade escolar, a escola é gratuita”.

Quais são os benefícios?

A média salarial das oportunidades variam de uma empresa para outra e de acordo com a formação e área de atuação.

“Em Quebéc temos o que chamamos de baixo salário, é abaixo de 27,47 dólares a hora, isso significa que o empregador é responsável pelo transporte e moradia do trabalhador, porque é um salário mais baixo. E temos o alto salário, que é acima do salário médio, que seria acima 47 dólares a hora, mas há vagas muitos especializadas que pagam muito acima do salário médio da província”, diz Rinco que reforça que os altos salários não se restringem apenas às vagas de tecnologia.

“A área da saúde costuma ser bem paga. O salário para enfermeiros começa com 25,81 dólares a hora, mas pode chegar a 47,98 dólares a hora. Vale reforçar que o salário varia também de acordo com a experiência do profissional, quanto mais tempo de carreira, mas próximo do teto ele receberá.”

Além da oportunidade de emprego, Rinco afirma que a região é muito segura, a taxa de desemprego é a mais baixa do Canadá e custo de vida inferior as grandes metrópoles canadenses e existe a possibilidade de virar um residente permanente após alguns anos trabalhando e posteriormente aplicar para a cidadania canadense. “A cidadania é após 3 anos de presencia como residente permanente no país e a residência permanente depende do programa de imigração.”

O clima pode ser o que mais pode impactar o brasileiro, com inverno podendo chegar a -17 graus. “O Canadá é um país nórdico, temos um inverno prolongado, porém não acho uma desvantagem, temos muitos esportes de inverno e algumas são muito gratuitas. Além disso a saúde é gratuita e temos um sistema de transporte funcional”, diz. “Só precisa estar aberto a nova cultura, se preparar para a mudança e se dedicar no francês”.

Como se candidatar?

O prazo para se candidatar é até o dia 8 de abril e deve ser feito de forma gratuita no site “Quebec na Cabeça”.

Acompanhe tudo sobre:CanadáBusca de empregoCarreira internacionalEmpresas francesas

Mais de Carreira

Como conquistar uma promoção e melhores salários? Veja 4 estratégias que funcionam

Ford abre inscrições para o seu Programa de Estágio Afirmativo 2024; veja como participar

Carreira do momento: diretor de diversidade é a bola da vez nas empresas; veja salário e o que faz

"Fale sobre você": saiba o que responder na entrevista de emprego

Mais na Exame