Carreira

Como fazer ata de reunião: veja exemplos

Saiba como fazer uma boa ata para que suas reuniões sejam muito mais proveitosas e efetivas

 (iStock/iStockphoto)

(iStock/iStockphoto)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 29 de fevereiro de 2024 às 18h49.

Última atualização em 12 de abril de 2024 às 15h14.

A comunicação eficiente e a documentação precisa são fundamentais no âmbito corporativo. Nesse contexto, as atas desempenham um papel essencial como registros formais de reuniões e eventos.

Este artigo visa explorar a importância das atas, seus elementos-chave e sua elaboração eficaz, destacando sua relevância contínua na gestão organizacional.

O Que é uma Ata?

Uma ata é um documento formal que registra os acontecimentos e decisões de uma reunião, assembleia ou qualquer outro encontro oficial. Ela serve como um registro histórico e legalmente reconhecido das discussões, resoluções e responsabilidades assumidas durante o evento.

Geralmente redigida por um secretário ou pessoa designada para essa função, uma ata inclui informações como data, hora e local da reunião, lista de participantes, pauta da reunião, resumos das discussões, decisões tomadas, votações, assuntos pendentes e quaisquer outras informações relevantes.

Seu formato é estruturado e objetivo, visando capturar os pontos-chave de forma clara e concisa. A liderança da empresa pode orientar os colaboradores a fazer um bom modelo deste documento.

As atas são essenciais para garantir a transparência, responsabilidade e prestação de contas dentro de organizações, empresas, instituições governamentais e outras entidades. Elas também ajudam a preservar a memória institucional, fornecendo um registro documentado dos eventos passados.

Além disso, as atas podem ser utilizadas como referência para futuras reuniões, para lembrar as decisões anteriores e acompanhar o progresso em relação aos assuntos discutidos.

Em muitos casos, as atas precisam ser aprovadas pelos participantes da reunião ou pela diretoria antes de serem consideradas oficiais e arquivadas para referência futura.

Importância das Atas em Reuniões e Eventos

As atas desempenham um papel fundamental na gestão eficaz de reuniões e eventos, fornecendo um registro detalhado e confiável das discussões, decisões e ações tomadas durante essas ocasiões. Sua importância reside em vários aspectos.

Primeiramente, uma ata de reunião serve como uma ferramenta de comunicação, permitindo que os participantes e outras partes interessadas revisem e compreendam o que ocorreu em uma reunião, mesmo que não estivessem presentes.

Isso é especialmente útil em organizações grandes ou dispersas geograficamente, onde nem todos os envolvidos podem participar pessoalmente de todas as reuniões.

Além disso, as atas proporcionam transparência e responsabilidade. Ao documentar as discussões e decisões, as atas ajudam a garantir que as partes interessadas tenham acesso às informações relevantes. Fazer uma boa ata e se organizar é uma boa habilidade para acrescentar no currículo.

As atas também servem como referência histórica, permitindo que as organizações acompanhem o progresso ao longo do tempo, identifiquem tendências e padrões, e aprendam com experiências passadas.

Por fim, as atas podem ter valor legal, especialmente em situações onde as decisões tomadas durante uma reunião podem ter implicações legais ou financeiras. Elas podem ser usadas como evidência em casos de disputas ou controvérsias, fornecendo um registro objetivo dos eventos.

Principais Elementos de uma Ata

Em primeiro lugar, um modelo de ata deve conter informações básicas de identificação, como o nome da organização ou grupo que realizou a reunião, a data, hora e local do encontro, e o tipo de reunião (por exemplo, ordinária, extraordinária, assembleia geral etc.).

Além disso, é importante listar os participantes presentes na reunião, incluindo seus nomes completos e cargos ou afiliações, para fins de registro e responsabilidade.

A pauta da reunião, ou seja, a lista de tópicos discutidos durante o encontro, também é um elemento fundamental da ata. Cada item da pauta deve ser abordado de forma clara e concisa, incluindo quaisquer decisões ou ações tomadas em relação a cada ponto.

As discussões e deliberações durante a reunião devem ser registradas de maneira objetiva, destacando os pontos-chave e os argumentos apresentados pelos participantes. Profissionais de recursos humanos podem organizar treinamentos visando a elaboração de uma boa ata.

Por fim, a ata deve incluir um resumo das decisões tomadas durante a reunião, juntamente com quaisquer ações ou responsabilidades atribuídas a indivíduos ou grupos específicos, e quaisquer outros assuntos pendentes ou próximos passos a serem seguidos após o encontro.

Como Elaborar uma Ata?

Além de ter um modelo de ata de reunião, é importante, antes da reunião, é essencial familiarizar-se com a pauta e os objetivos do encontro, além de preparar os materiais necessários, como papel, canetas e dispositivos de gravação, se aplicável.

Durante a reunião, registre os dados básicos, como o nome da organização, a data, hora e local do evento, bem como a lista de presença com os nomes completos e cargos dos participantes presentes.

Tome notas detalhadas das discussões, destacando os principais pontos levantados e as decisões tomadas. É importante escrever de forma objetiva e concisa, evitando uma linguagem desnecessariamente complexa e ambígua.

Ao final, inclua um resumo das decisões e ações acordadas durante a reunião. Após o término do encontro, revise a ata para garantir sua precisão e clareza antes de distribuí-la aos participantes para revisão ou aprovação.

Seguindo esses passos, é possível elaborar uma ata abrangente e precisa que sirva como um registro útil e confiável dos eventos e decisões da reunião. É possível até mesmo conseguir permanecer em um bom emprego por conta da capacidade de organização.

Exemplos de Atas

É possível pensar em um exemplo de ata para entender mais como elas funcionam. Por exemplo, temos a ata de reunião de negócios, que registra os detalhes de reuniões corporativas, como discussões estratégicas, atualizações de projetos e decisões tomadas pelos participantes.

Outro exemplo é a ata de assembleia geral, que documenta os procedimentos e resultados de assembleias em organizações, como associações, sindicatos ou cooperativas, incluindo votações, aprovação de orçamento e eleições de diretores.

Há também a ata de condomínio, que registra os assuntos discutidos em assembleias de condomínios, como manutenção de áreas comuns, decisões sobre despesas e políticas de convivência.

Outro tipo comum é a ata escolar, que documenta as deliberações de reuniões do conselho escolar, incluindo políticas educacionais, planejamento curricular e questões orçamentárias.

Além disso, temos a ata da assembleia de acionistas, que registra os resultados de reuniões de acionistas de empresas, incluindo relatórios financeiros, eleições de diretores e votações sobre questões importantes para a empresa. Essa documentação é fundamental para coletar feedbacks em outros momentos.

Por fim, há a ata de vereança, que documenta os procedimentos e deliberações de reuniões legislativas municipais, incluindo debates sobre projetos de lei, orçamento municipal e outras políticas públicas.

Você quer saber mais sobre carreira e vida profissional? Então leia nossos outros artigos abaixo para saber mais:

Acompanhe tudo sobre:Dicas de carreiraGuia de Carreiraplano-de-carreira

Mais de Carreira

Da roça para Paris: a história inspiradora do atleta “Maranhão” que irá disputar as Olimpíadas

De estilista a presidente: os 4 passos para alcançar o sucesso, segundo a CEO do Grupo Malwee

Arteris investe em educação corporativa para lidar com desafios de diversidade geracional

Com salários de até R$ 96 mil, veja 12 profissões em alta no mercado para quem gosta de números

Mais na Exame