Carreira

Como ser um líder inspirador? Trajetória de Cook e Bezos mostra que não depende só das soft skills

Líderes da Apple e da Amazon são exemplos de que, sem uma gestão financeira assertiva e eficiente, fica mais difícil para as empresas prosperarem; veja como desenvolver essa habilidade

Tim Cook: ele recebeu 98,7 milhões de dólares da Apple em 2021.  (Mario Anzuoni/Reuters)

Tim Cook: ele recebeu 98,7 milhões de dólares da Apple em 2021. (Mario Anzuoni/Reuters)

Guilherme Santiago
Guilherme Santiago

Content Writer

Publicado em 12 de junho de 2024 às 13h53.

Última atualização em 12 de junho de 2024 às 14h01.

Pouco importa se é a primeira vez em um cargo de liderança ou se as experiências desse tipo são vastas, ser um profissional de alta gestão que é referência e inspira os outros é sempre um processo desafiador.

Para alguns, o segredo está nas habilidades comportamentais: sentir empatia, gerenciar bem as emoções, ter uma escuta ativa e respeitar o espaço dos outros – não há como negar que uma boa gestão exige comportamentos como esses. No entanto, somente atitudes podem não ser suficientes. Um profissional de alto escalão também precisa de habilidades técnicas, como as finanças.

Liberadas com exclusividade: aulas introdutórias ao MBA em Finanças Corporativas mostram como conquistar essa habilidade de ouro

É a compreensão profunda do orçamento que permite às lideranças tomarem decisões informadas e estratégicas. E quando um líder combina habilidades financeiras com as soft skills, ele se torna um profissional imbatível. Além de um exemplo em comportamentos e atitudes, seu estilo de liderança vira um modelo de gestão de alta performance e de resultados extraordinários.

Foi assim com Tim Cook e Jeff Bezos, que se tornaram referências de como a boa liderança associada ao conhecimento fundamentado em finanças pode fazer toda a diferença. Veja, abaixo, a história desses líderes e saiba como se inspirar nos passos deles para se tornar um gestor inspirador.

Como Tim Cook e Jeff Bezos podem inspirar líderes?

Tim Cook: olhou para as finanças e evitou a falência da Apple

Em 1997, a Apple estava à beira da falência, mas a volta de Steve Jobs mudou a trajetória da empresa. Jobs simplificou a linha de produtos, focou em melhorias de design e funcionalidade e implementou um rigoroso controle de engenharia.

Para estabilizar a Apple, Jobs trouxe Tim Cook, que otimizou a cadeia de suprimentos e custos, renegociou contratos com fornecedores e utilizou indicadores financeiros para melhorar a eficiência operacional. Isso contribuiu significativamente para a sustentabilidade e lucratividade da empresa.

Com a morte de Jobs, Cook assumiu como CEO e levou a Apple a se tornar a empresa mais valiosa do mundo – comprovando que uma gestão financeira sólida e estratégica é a chave para o sucesso de qualquer organização.

Domine as estratégias dos líderes de sucesso: aulas introdutórias ao MBA em Finanças Corporativas mostram como controlar as finanças

Jeff Bezos: identificou tendência e criou um negócio rentável

Que Jeff Bezos foi pioneiro todo mundo sabe. Em 1994, ele abandonou seu emprego e aproveitou os primeiros passos da internet para lançar uma livraria online, que anos depois viria a se tornar a Amazon. Mas a visão pioneira de Bezos não seria nada sem seu profundo conhecimento em gestão financeira.

Essa habilidade permitiu que a empresa operasse com um modelo de ciclo de caixa favorável em que o pagamento dos clientes era recebido antes que os fornecedores fossem pagos. Foi essa estratégia que financiou o crescimento da Amazon sem a necessidade de grandes quantidades de capital externo.

Hoje, com uma fortuna de mais de US$ 200 bilhões, Bezos é um dos homens mais ricos do mundo e uma referência quando o assunto é identificar grandes tendências e montar um negócio sustentável a longo prazo.

Não perca essa oportunidade: assista gratuitamente às 4 aulas introdutórias do MBA em Finanças Corporativas e receba um certificado de participação

Mas como desenvolver essa habilidade?

Para preparar profissionais que, assim como Cook e Bezos, desejam tomar decisões financeiras inteligentes e guiar empresas por caminhos estratégicos, a EXAME apresenta o Pré-MBA em Finanças Corporativas, um treinamento de quatro aulas que terá seu acesso liberado entre 17 e 25 de junho.

Com direito a certificado de participação, o treinamento gratuito abordará desde a definição dos conceitos básicos da área até discussões aprofundadas sobre o tema, passando por análises de casos de empresas que chegaram a grandes patamares graças a boas decisões financeiras.

As aulas serão apresentadas de forma gratuita por Marcelo Desterro, mestre em Finanças pelo ITA, com extenso background como CFO em empresas de capital aberto, start-ups e multinacionais. Para garantir o acesso exclusivo ao treinamento introdutório, os interessados devem realizar inscrição aqui.

QUERO PARTICIPAR DO PRÉ-MBA EM FINANÇAS CORPORATIVAS

*Este conteúdo é apresentado por Faculdade EXAME

Acompanhe tudo sobre:branded marketing

Mais de Carreira

De estilista a presidente: os 4 passos para alcançar o sucesso, segundo a CEO do Grupo Malwee

Arteris investe em educação corporativa para lidar com desafios de diversidade geracional

Com salários de até R$ 96 mil, veja 12 profissões em alta no mercado para quem gosta de números

5 profissões para quem quer trabalhar com estatística

Mais na Exame