• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

CEO do Bumble: a dica de carreira da mulher mais jovem a fazer IPO

Mãe de primeira viagem e a mulher mais jovem a abrir IPO, Whitney Wolfe dá dicas de carreira e fala sobre sua experiência com a maternidade
Whitney Wolfe, CEO do Bumble: "Não se preocupe com o que as outras pessoas pensam que você deveria estar fazendo" (Divulgação/Kristen Kilpatrick/Bumble)
Whitney Wolfe, CEO do Bumble: "Não se preocupe com o que as outras pessoas pensam que você deveria estar fazendo" (Divulgação/Kristen Kilpatrick/Bumble)
Por Luísa GranatoPublicado em 09/05/2021 09:00 | Última atualização em 11/05/2021 16:10Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Em meio a balões brancos e amarelos na bolsa de Nova York, Whitney Wolfe Herd fez história não apenas como a mulher mais jovem a abrir capital de sua empresa, o Bumble, na Nasdaq no início do ano. Com 31 anos, a CEO se destacou também ao fazê-lo com seu primeiro filho no colo.

Aprenda com os especialistas as técnicas de inovação usadas pelas empresas de maior sucesso

Segundo Wolfe, o momento foi muito significativo para ela, pois o ano de 2020 foi de preparo duplo: para lançar o IPO e trazer um bebê ao mundo. “Espero que um dia, mulheres e mães líderes de empresas públicas se tornem a norma, não a exceção”, comenta ela em entrevista para a EXAME.

Com o IPO, a executiva já se movimentou para mudar essa realidade: o conselho da companhia é composto em 73% por mulheres.

Wolfe entrou na lista da Forbes como uma das mulheres mais ricas do mundo, alcançando uma fortuna avaliada em US$ 1,3 bilhão. E o Bumble Inc agora é avaliado em quase 14 bilhões de dólares, de acordo com a Reuters.

“Não é uma tarefa fácil, mas espero que minha história ajude a mostrar a outras mulheres por aí que você não precisa escolher uma coisa em vez da outra quando se trata de construir uma família e uma carreira”, fala ela.

O aplicativo tem mais de 42 milhões de usuários ativos e é um dos cinco aplicativos mais rentáveis de lifestyle. Antes cofundadora do Tinder, Wolfe hoje é dona de seu principal rival: o app criado em 2014 ficou conhecido por dar mais poderes às mulheres na hora de iniciar conversas com potenciais parceiros.

Hoje, o aplicativo está presente em mais de 150 países. Confira a entrevista com a CEO para a EXAME no Dia das Mães:

Na hora de lançar o IPO do Bumble, o mundo te viu com seu filho no colo. O que esse momento significou para você? E que mensagem você gostaria que passasse para outras mulheres?  

Whitney Wolfe: Foi definitivamente um grande momento para mim, não apenas como CEO, mas também como mulher e mãe de primeira viagem. No ano passado, eu não apenas trouxe um ser humano ao mundo, como também estava me preparando para o IPO. Equilibrar essas duas coisas foi muitas vezes desafiador, mas sou extremamente grata pelo amor e entusiasmo que as pessoas demonstraram em torno deste grande marco para o Bumble. Espero que um dia, mulheres e mães líderes de empresas públicas se tornem a norma, não a exceção. 

O que te ajudou no processo de se tornar mãe em um momento também tão importante da carreira? 

Whitney Wolfe: Iniciar minha jornada de maternidade enquanto liderava um time global passando por um processo de IPO durante uma pandemia foi diferente de qualquer desafio que já lidei antes. O que me ajudou a passar por toda essa jornada foi me lembrar de que não há problema em não atingir um equilíbrio perfeito entre as duas funções e pedir ajuda quando eu preciso. Eu também aprendi que é possível equilibrar ser uma CEO e uma mãe de primeira viagem se eu focar em minhas prioridades, reconhecendo o poder de me permitir ser vulnerável e buscando apoio quando me sentir sobrecarregada. Não é uma tarefa fácil, mas espero que minha história ajude a mostrar a outras mulheres por aí que você não precisa escolher uma coisa em vez da outra quando se trata de construir uma família e uma carreira.  

Que conselho de carreira você daria para outras mulheres? 

Whitney Wolfe: Não se preocupe com o que as outras pessoas pensam que você deveria estar fazendo. Descubra o que faz seu coração vibrar e mergulhe nesse mundo. Se algo a empolga, vá atrás e descubra o porquê. Se algo a incomoda, descubra o que pode fazer para consertar. Não existe um “caminho certo”, você apenas precisa encontrar algo pelo qual é apaixonada e dar o primeiro passo, sempre lembrando que você irá cometer erros e que está tudo bem.  

Quais são as grandes tendências do mercado de trabalho? Invista na sua carreira. Assine a EXAME.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

 

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.