Um conteúdo Bússola

Podcast A+: Eleições 2022 - a nova fase da disputa com o início das convenções

Episódio debate os últimos números da corrida presidencial e a expectativa para o período de convenções que começa no próximo dia 20
 (Bússola/Divulgação)
(Bússola/Divulgação)
B
BússolaPublicado em 07/07/2022 às 10:57.

Por Rafael Lisbôa

O novo episódio do Podcast A+ traz mais um debate promovido pela Bússola sobre as eleições de 2022.

Julho marca uma nova fase da corrida eleitoral. No dia 20 tem início o período das convenções partidárias, quando as legendas oficializam os nomes que concorrerão em outubro e formalizam as coligações.  O prazo para os partidos escolherem os candidatos vai até 5 de agosto. E a negociação de apoios e a costura de alianças nessa reta final devem movimentar as próximas semanas.

Faltando três meses para as eleições, a corrida presidencial se mantém polarizada entre Lula e Bolsonaro. Segundo a última pesquisa BTG/FSB, o ex-presidente soma 43% das intenções de voto contra 33% do atual presidente na simulação de 1º turno. Todos os demais nomes têm juntos apenas 15% da preferência do eleitorado.

O levantamento também mediu o impacto da economia no humor do eleitor. Para aliviar os efeitos da crise econômica, o Senado aprovou Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece estado de emergência e autoriza a ampliação de benefícios sociais, como o aumento do valor do Auxílio Brasil e do Vale-Gás e a criação de um voucher para caminhoneiros e taxistas. O projeto, cujo impacto financeiro pode superar R$ 41 bi, está em discussão na Câmara.

Além de comemorar a aprovação da PEC que turbina programas sociais a três meses do 1º turno, o governo coleciona outra vitória no Congresso: o adiamento da CPI do MEC para depois das eleições. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD/MG), realizou a leitura em plenário do requerimento de abertura da CPI para investigar as denúncias de um gabinete paralelo montado por pastores no Ministério da Educação na gestão do ex-ministro Milton Ribeiro, mas um acordo entre os líderes da Casa adiou a instalação da comissão para depois de outubro. Senadores da oposição ameaçam recorrer ao STF.

As convenções partidárias, os últimos números das pesquisas eleitorais, o peso da economia na disputa e o impacto das medidas em tramitação no Congresso - todos esses temas foram debatidos em pouco mais de uma hora de live no YouTube da Exame. Com mediação do jornalista Rafael Lisbôa, diretor da Bússola, o bate-papo reuniu os analistas políticos da FSB Comunicação, Alon Feuerwerker e Marcio de Freitas, e o sócio-diretor do Instituto FSB Pesquisa e da FSB Inteligência, Marcelo Tokarski.

Escute abaixo o episódio, e ainda pelo Spotify ou Apple Podcasts. A edição é de Guilherme Baldi.

O Podcast A+ faz parte da plataforma Bússola, uma parceria entre a Revista Exame e o Grupo FSB.

Assine os Boletins da Bússola

Siga Bússola nas redes:  InstagramLinkedin  | Twitter  |   Facebook   |  Youtube 

Mais da Bússola:

Podcast A+: Mais diversidade e inclusão nas empresas - jornada urgente e necessária

Podcast A+: Energia solar – um bom negócio para o bolso e para o planeta

Podcast A+: Metaverso - o que esperar do futuro?