Bússola
Um conteúdo Bússola

Circo di Quebrada traz espetáculo em mostra cultural gratuita

Mais de 60 alunos, com idades entre 6 e 13 anos, passaram pelo projeto social com aulas de circo, dança e teatro

Projeto tem apoio de programa municipal (Grasieli Évoras/Divulgação)

Projeto tem apoio de programa municipal (Grasieli Évoras/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 23 de junho de 2023 às 19h15.

Última atualização em 23 de junho de 2023 às 19h25.

As primeiras turmas do Circo Di Quebrada, projeto do grupo Mil CircoLartes, farão uma apresentação gratuita e aberta ao público, no dia 25 de junho, na comunidade do Pantanal, bairro da Cidade Júlia, Pedreira, zona Sul de São Paulo. Na mostra cultural "Brincando de circo”, trarão as atividades desenvolvidas durante o semestre, como as performances de aéreos, lira e tecido com nó, malabares, equilíbrio nas pernas-de-pau e pés de latas, contação de história em Libras e muito mais. A apresentação, na quadra poliesportiva, perto do espaço cultural do Mil CircoLartes, é aberta.

Ação social

O Circo Di Quebrada foi contemplado pelo Programa Valorização de Iniciativas Culturais (VAI), realizado pela Secretaria Municipal de Cultura da cidade de São Paulo, e ensina circo, dança e teatro para crianças e jovens vulneráveis economicamente. Promove a aprendizagem coletiva, a solidariedade, a inclusão e, sempre que possível, a mudança social. Fundado em 2015, o Mil CircoLartes é um grupo independente, com sede na comunidade Pantanal, destinado à pesquisa e à prática circense, além de outras artes. 

“Te dou a minha mão, você me dá a sua mão, para que juntos possamos fazer aquilo que sozinhos não conseguiríamos. Esta oração do circo reforça que juntos somos mais fortes e é, também, um agradecimento a todos que toparam fazer parte desse processo, pois é uma luta constante descentralizar a arte que fica concentrada nos bairros nobres ou regiões centrais, dificultando o acesso dos moradores das favelas”, afirma Edson MilHouse, diretor-geral do Mil CircoLartes.

“O Circo Di Quebrada é a melhor coisa que aconteceu em nossa comunidade. As pessoas envolvidas na aprendizagem das crianças têm, realmente, o dom de ensinar e tornar tudo mais interessante”, diz Núbia de Jesus Queiroz, mãe da aluna Júlya Queiroz, participante da primeira turma.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Carolina Fernandes: Creators 3.0, a nova era dos influenciadores

Só storytelling atraente não sustenta uma marca pessoal

Burger King responde à concorrência com uso de IA para alavancar marketing

Acompanhe tudo sobre:EntretenimentoEventos

Mais de Bússola

Bússola Poder: não existe ministro da Fazenda fraco

Por que texto do Projeto de Lei que regulamenta a Inteligência Artificial precisa de ajustes? 

FII Priority Summit discute desenvolvimento sustentável do Brasil e da América Latina

Internet e redes sociais continuam a dominar como principais fontes de informação dos parlamentares

Mais na Exame