Um conteúdo Bússola

Bússola Cultural: Semana tem Revelando SP, Vozes Negras e Isabela Rahal

Confira toda quinta-feira sugestões da Bússola com o melhor da programação cultural de São Paulo
Trio Gato com Fome se apresenta no Revelando SP (Divulgação/Divulgação)
Trio Gato com Fome se apresenta no Revelando SP (Divulgação/Divulgação)
B
BússolaPublicado em 21/07/2022 às 21:46.

Revelando SP

O Parque da Água Branca recebe o principal evento de cultura tradicional paulista. De 20 a 24 de julho, mais de 300 atividades, exposições e vendas de artesanato e guloseimas típicas de estado de São Paulo participam do Revelando SP, que este ano volta ao formato presencial com a presença de mais de cem cidades do interior e litoral paulista. Com gestão da Amigos da Arte, o evento ganhou um espaço ainda maior no parque, que contará com a apresentação de manifestações artísticas durante os cinco dias do evento. Marcelo Jeneci, Nós Caipiras, Rolando Boldrin, Tetê Espíndola são alguns dos artistas que participam da festa.

o evento é gratuito; mais informações, acesse o site do Revelando SP 2022

Isabela Rahal, diretora de Articulação da ONG “Elas no poder”

Isabela Rahal, diretora de Articulação da ONG “Elas no poder” (Divulgação/Divulgação)

Vitória! É um nome de mulher

Qual é o caminho para se organizar na luta por direitos femininos? Essa pergunta, que permeia muitas das grandes discussões da política brasileira, inspirou um grupo de mulheres engajadas com política na criação do livro “Vitória! É um nome de Mulher”.  A ideia surgiu de um sonho de reunir dicas para mulheres que têm interesse em participar da política e de movimentos sociais, seja em cargos políticos ou em movimentos sociais, e que de alguma forma, compreendem que é necessário lutar pela conquista de novos direitos. De autoria da ativista e diretora de Articulação da ONG “Elas no Poder” Isabela Rahal (foto), da sócia do estúdio de design Desayuno e ativista pelos direitos das mulheres, Flavia Lozano, e da co-fundadora e diretora presidente da ONG “Elas no Poder” Karin Vervuurt, o  livro traz  uma série de cases de sucesso da América Latina, como a legalização do aborto na Argentina, a participação feminina de 50% na Assembléia Constituinte do Chile, e  o direito à dignidade menstrual e a distribuição de absorventes no Brasil.

para receber o e-book gratuito, acesse aqui

Musical em formato de série “Vozes Negras: A Força do Canto Feminino” no Teatro Sérgio Cardoso

Musical em formato de série “Vozes Negras: A Força do Canto Feminino” no Teatro Sérgio Cardoso (Divulgação/Divulgação)

Do samba ao jazz

O quarto espetáculo da série musical “Vozes Negras — A Força do Canto Feminino” traz o tema “Do samba ao jazz sem limites” e exalta as divas Alcione e Elza Soares. Mulheres múltiplas, elas extrapolaram o rótulo de sambistas que as gravadoras tentaram fazer grudar, sem abandonar o ritmo que as elevou como ícones da música e da história brasileiras. Para homenageá-las, Sandra de Sá será convidada em um dos dias do evento desta semana (de quinta a domingo) para cantar os sucessos das cantoras.  A série presta uma homenagem às mulheres negras, do passado e do presente, com música, teatro e debate com convidadas ilustres, sempre mediado por Verônica Bonfim. Entre as participações especiais, estão  Djamila Ribeiro, Conceição Evaristo, Jurema Werneck e Flávia Oliveira. Cada um dos seis espetáculos também contará, em uma das sessões, com cantoras convidadas, como Sandra de Sá, Urias, entre outras.

Teatro Sérgio Cardoso, de quinta a sábado às 20h30 e domingo às 17h, mais informações, acesse o site do teatro, ingressos aqui

Filó Machado participa do Festival Dialéticas Afro-Musicais

Filó Machado participa do Festival Dialéticas Afro-Musicais (Divulgação/Divulgação)

Diáspora africana

O Festival Dialéticas Afro-Musicais, que promove o encontro da música, performances e literatura de matriz africana do Brasil, chega a sua terceira edição. A partir do tema “Diáspora africana e a civilização do povo brasileiro”, o projeto aborda temas históricos, filosóficos e sociais em uma apresentação dia 6 de agosto. O evento vai contar com o bate-papo de Fabiano Maranhão, mestre em educação pela Universidade Federal de São Carlos, e Cláudia Alexandre, doutora, jornalista e radialista, com mediação do sociólogo e pesquisador Tadeu Kaçula.

O cantor e compositor François Muleka sobe ao palco do evento com uma apresentação que alia música, momentos de fala e composições como  “Bom Mesmo é Estar Debaixo D”Água”, que fez em parceria com Luedji Luna, além de canções em parceria com Marissol Mwaba, como “Chupando Versos e Notícias de Salvador”. O Festival recebe ainda  o cantor, compositor e multi-instrumentista Filó Machado,  reconhecido pela originalidade e criatividade nas composições.

Centro Cultural São Paulo, Sala Adoniran Barbosa, sábado, 6 de agosto, das 18h30 às 20h30, gratuito, mais informações acesse a Agenda Bonifácio

Música para cortar os pulsos leva para o palco questões de relacionamentos da juventude

Música para cortar os pulsos leva para o palco questões de relacionamentos da juventude (Divulgação/Divulgação)

História de amor(es)

Isabela sofre porque foi abandonada. Felipe quer se apaixonar, e Ricardo, seu melhor amigo, está apaixonado por ele. No espetáculo “Música para Cortar os Pulsos”, as canções pulsam na mesma intensidade que as histórias desses três corações juvenis. A peça leva ao palco questões emocionais e de relacionamento de uma juventude repleta de sentimentos e experiências que redefinem opções e preferências sexuais.

A montagem original do espetáculo ficou três anos em cartaz, com apresentações em mais de 30 cidades brasileiras. A peça também deu origem a um longa-metragem (com o título alterado para “Música para morrer de amor”). Com estreia mundial no NewFest – Festival LGBTQIA+ de Nova York, e foi exibida em eventos ao redor do mundo, o filme foi lançado nacionalmente em 2020, em cinemas drive-in e plataformas digitais, durante as restrições impostas pela pandemia de Covid-19.

acesse pela plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa, aqui

A vereadora Marielle Franco assassinada em 14 de março de 2018

A vereadora Marielle Franco assassinada em 14 de março de 2018 (Divulgação/Divulgação)

Marielle, presente!

No dia em que Marielle Franco completaria 43 anos e dois dias depois do Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana, será inaugurada a estátua da vereadora assassinada em 14 de março de 2018. A estátua ficará no Buraco do Lume, no centro do Rio de Janeiro, lugar onde Marielle ia toda sexta-feira para prestar contas sobre sua atuação como vereadora. A estátua, em tamanho real, 1,75m, ficará em cima do tão conhecido caixote em que ela fazia seus discursos.

dia 27 de julho, das 17h às 20h, para a programação complete a mais informações, acesse aqui

Orquestra do Festival se apresenta no Auditório Claudio Santoro no dia 23 de julho

Orquestra do Festival se apresenta no Auditório Claudio Santoro no dia 23 de julho (Beatriz de Paula/Divulgação)

Festival de Inverno

O Festival de Inverno de Campos do Jordão, reconhecido como o maior e mais tradicional evento de música clássica da América Latina, chega a terceira semana. A programação artística e pedagógica acontece até 31 de julho nas cidades de Campos do Jordão e São Paulo. Ao todo 89 concertos, 80% deles são gratuitos, e acontecem em cinco locais espalhados por Campos: o tradicional Auditório Claudio Santoro, no Parque Felicia Leirner (apresentações de sexta a domingo, e uma na quinta-feira, 28/jul); o recém-inaugurado Parque Capivari (aos sábados e domingos); o Palácio Boa Vista, com concertos na Capela de São Pedro e em um palco externo (sábados e domingos); e a histórica Igreja de Santa Teresinha, no Centro da cidade (às sextas-feiras). A Sala São Paulo também tem uma agenda diária de apresentações, divididas entre a Sala de Concertos e a Sala do Coro, com ênfase em apresentações de Artistas do Festival.

informações sobre a programação, acesse o site do Festival, aqui

“Momo e o senhor do tempo”, pela plataforma #CulturaEmCasa

“Momo e o senhor do tempo”, pela plataforma #CulturaEmCasa (Divulgação/Divulgação)

O preço do tempo

Quão importante é o tempo para você? Na peça “Momo e o senhor do tempo”, a órfã Momo aparece misteriosamente em uma cidade e se instala nas ruínas de um antigo teatro abandonado. Lá, onde as crianças desaprenderam a brincar, pouco a pouco ela as ensina a redescobrir o universo infantil. Entre brincadeiras, lições e aprendizados, tudo parece fazer sentido até que os Homens de Cinza começam a comprar o tempo das pessoas. Texto de Carla Candiotto e Victor Mendes.

domingo, 24 de julho, às 15h, pela plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa; acesse aqui

O rapper Dexter em show online

O rapper Dexter em show online (Divulgação/Divulgação)

O Oitavo Anjo

A Virada SP Online apresenta o show do rapper Dexter pela plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa. Também conhecido como o Oitavo Anjo, nome que compartilha com sua produtora fonográfica, o rapper paulista preenche o palco da Virada com arte, poesia e presença. Sua música, assim como sua produtora, tem a missão de valorizar a cultura do rap, a música brasileira e o acesso a essa arte.

já disponível, acesse aqui #CulturaEmCasa

Na Virada de Botucatu, um dos maiores grupos de pagode da década de 90

Na Virada de Botucatu, um dos maiores grupos de pagode da década de 90 (Divulgação/Divulgação)

Art na Virada

A Cultura Em Casa Musical apresenta o show do Art Popular na Virada de Botucatu. Um dos maiores grupos de pagode da década de 90, com 30 anos de carreira, o grupo paulista acumulou mais de 10 milhões de discos vendidos e emplacou inúmeros sucessos, entre eles “Fricote”, “Amarelinha”, “Pimpolho”, “Agamamou”, “Telegrama”, “Temporal”. Além de hits, o grupo toca algumas músicas de seu trabalho mais recente, como “Vida Louca”, que apareceu diversas vezes nas listas de músicas mais ouvidas do Spotify no segmento pagode. Acesse aqui.

Semana de Arte Moderna de 1922; assista aqui

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Patties lança vídeo recriando momentos de Chaves com o Senhor Barriga

Bússola Trends: Storytelling e podcast, o áudio a favor do marketing

Quando play no rádio do carro ajuda: Istambul é cidade com maior trânsito