Acompanhe:

Por Cristiano Zanetta*

Em um cenário dinâmico de vendas e negócios, novas tecnologias e abordagens surgem constantemente. A necessidade de adaptação rápida torna-se crucial para atender às demandas do mercado, sendo a chave para manter-se relevante e competitivo. 

Inovar é, sem dúvida, essencial. Proporcionar novas experiências ao cliente, oferecer algo a mais e elevar o atendimento a um patamar superior têm se tornado as estratégias fundamentais para muitas marcas.

Mas não podemos negligenciar o básico: fornecer qualidade no produto ou serviço, tratar as pessoas, especialmente os clientes, com cordialidade, cumprir prazos, manter uma comunicação clara, transmitir confiabilidade e consistência, e agir com transparência. 

De acordo com uma pesquisa conduzida pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), cerca de 27% das 19,5 milhões de micro e pequenas empresas brasileiras, totalizando aproximadamente 5,3 milhões, ainda não ingressaram no mercado digital. Isso significa que quase 30% dos pequenos negócios no Brasil não utilizam redes sociais, sites ou aplicativos para vendas. Ou seja, um considerável número de empreendimentos ainda não aderiu ao meio mais eficiente para vendas e comunicação com o cliente final.

Uma outra pesquisa, conduzida pelo ManpowerGroup, mostra que a escassez de mão de obra qualificada no Brasil alcançou um índice de 81% em 2022, superando a média global de 75%. A pesquisa, que envolveu a opinião de 40 mil empregadores em 40 países, revelou que três em cada quatro empresários enfrentam dificuldades significativas para encontrar talentos qualificados. 

Isso indica que, em muitos casos, a falta de qualificação e até mesmo o desinteresse em realizar o mínimo necessário estão impactando diretamente a oferta de mão de obra capacitada.

Ideias simples podem ser a chave do sucesso

Ofereça um serviço considerado "comum" em comparação com outros que executam a mesma atividade, mas entregue-o com excelência, você, sem dúvida, vai se destacar. Muitas vezes, as pessoas esquecem que além de uma boa entrega, um sorriso, uma escuta atenta, ou apenas o fato de ser gentil podem ser diferenciais significativos. 

Essa abordagem não apenas adiciona valor ao seu serviço ou produto, mas também coloca você à frente de muitos concorrentes. A autenticidade e a atenção aos detalhes são, frequentemente, os elementos que fazem a diferença no mercado.

Representando a combinação de produtos acessíveis e, ao mesmo tempo, de alta qualidade, a BIC se destaca como uma das marcas mais queridas e reconhecidas no mundo, liderando o mercado de canetas desde 1950. Essa trajetória comprova que, por vezes, a chave do sucesso está em executar o básico de forma excepcional. 

O equilíbrio perceptivo resulta em experiências duradouras, e a BIC, ao identificar lacunas nas necessidades dos clientes, desenvolveu uma solução eficaz sem a demanda por investimentos significativos em produtos complexos e de alto custo de produção. Ao deparar-se com um problema que poderia ser resolvido de maneira prática, a empresa escolheu investir em um produto mais acessível, democratizando assim o acesso a essa solução. Por mais de 70 anos, ela permaneceu como um case de sucesso ao transformar o básico em triunfo. 

Na vida você pode escolher entre o Xadrez ou a Dama

A incessante busca por estratégias complexas frequentemente nos leva a relacionar nossas vidas e carreiras a um jogo, onde acreditamos que cada movimento terá um significado claro e estratégico, como em um jogo de xadrez. Contudo, é o jogo de damas que oferece peso a este assunto: ela é simples e brutal. E nos mostra que a verdadeira chave para o sucesso pode residir não na elaboração de estratégias mirabolantes, mas na habilidade de executar o básico de maneira consistente. Em vez de nos perdermos em planos complexos, talvez seja na execução do essencial que descobriremos o verdadeiro caminho para o sucesso.

*Cristiano Zanetta é empresário, palestrante TED, filantropo reconhecido pela Warner Bros e autor do livro "A Ciência do Batman".

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Gente & Gestão: você trata seu fornecedor como trata seu cliente? 

Cristiano Zanetta: plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro

Como sair da síndrome do “FOMO” para o “JOMO“

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Gente & Gestão: onde você se recarrega?
Um conteúdo Bússola

Gente & Gestão: onde você se recarrega?

Há 2 dias

'Adiei a decisão de ter mais um filho pela carreira', diz Raquel Reis, CEO da SulAmérica
ESG

'Adiei a decisão de ter mais um filho pela carreira', diz Raquel Reis, CEO da SulAmérica

Há 4 dias

Reflexões para líderes do futuro: o que mudou e para onde vamos?
seloCarreira

Reflexões para líderes do futuro: o que mudou e para onde vamos?

Há 5 dias

Bússola & Cia: após crescer 42%, logtech ‘Eu Entrego' faz rebranding
Um conteúdo Bússola

Bússola & Cia: após crescer 42%, logtech ‘Eu Entrego' faz rebranding

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais