Acompanhe:

A Zona Azul em SP pode ser uma grande aliada na hora de encontrar vagas próximas aos compromissos, mas, caso você não respeite as regras para utilização das vagas rotativas, pode pagar uma multa de até R$195,23.

Neste artigo, vamos te mostrar como se adequar ao sistema e ao app para facilitar a sua vida na hora de validar a vaga. É simples, mas merece a leitura para que não se tenham surpresas. 

Como funciona a Zona Azul em SP?

A Zona Azul Digital funciona como um gerenciamento de vagas rotativas em bairros que são mais movimentados em São Paulo. 

A ideia do sistema é que as vagas públicas em locais mais concorridos possam ser utilizadas por pessoas que precisam estacionar nesses lugares pelo período de até 2 horas. 

O crédito para estacionar em áreas de Zona Azul é chamado de CAD (Cartão Azul Digital) e pode ser comprado diretamente no app, sem a necessidade que seja feita a compra com ambulantes ou em bancas de jornal, como era de costume antigamente. 

Mas há algumas exceções para este tipo de serviço na cidade de São Paulo e você vai conferir abaixo: 

Bolsão caminhão

Não são todos os locais onde a Zona Azul está liberada para caminhões, caminhonetes e veículos mistos. A contabilização dos créditos também funciona de forma diferente em relação aos carros. 

Caso você utilize um dos veículos citados acima, confira a lista do mapa com localização das vagas da Zona Azul para veículos de grande porte

Áreas especiais

Em áreas especiais, as regras também mudam por conta da necessidade dos usuários que frequentam a mesma região. Perceba que as regras vão mudando de acordo com a rotina realizada em cada uma das localidades. Por exemplo: 

Parque do Ibirapuera

No parque Ibirapuera você encontra vagas rotativas disponíveis para quem frequenta o parque. É comum que as pessoas demorem mais que as 2h previstas em locais de maior circulação, dado isto, no parque é possível validar até 4 horas de Zona Azul utilizando dois CADs que, no local, equivalem a 2h cada um. 

Praça Charles Miller

Assim como no Ibirapuera, na praça Charles Miller, o famoso Pacaembu, você pode utilizar a Zona Azul com cada CAD valendo 2h. Isso ocorre pois a maior parte dos cidadãos utilizam as vagas para irem a eventos esportivos que costumam demorar até 04h. Portanto, na Praça Charles Miller é permitido que se permaneça por até 4h válidas dentro da área de zona azul. 

Qual o aplicativo oficial?

O aplicativo oficial da Zona Azul é o "Estapar Zona Azul". Também é possível utilizar o app Zul+, também da Estapar. Desde 2020 a empresa é responsável pela operação das vagas rotativas públicas em São Paulo.

No aplicativo, é possível que você verifique quanto tempo falta para vencer o CAD utilizado, adicionar um CAD caso necessário e pagá-los diretamente pelo app. Inclusive, ele envia notificações ao seu celular avisando que o seu CAD está se encerrando e, caso seja de apenas 1h, é possível fazer a renovação por mais 1h. 

Qual o valor da Zona Azul?

Caso você esteja dirigindo um carro de passeio, a Zona Azul custa R$ 6,36 por CAD. Caso você opte pelo limite máximo de 2 CADS, você pagará R$ 12,72.

Mas para caminhões, caminhonetes e veículos mistos, cada CAD equivale a 30 minutos, também no valor de R$ 6,36.

Leia também

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Código de segurança da CNH: onde fica e como achar o número?
Guia do Cidadão

Código de segurança da CNH: onde fica e como achar o número?

Há uma semana

Categoria A, B, C, D, E: quais veículos cada carteira de habilitação pode dirigir?
Guia do Cidadão

Categoria A, B, C, D, E: quais veículos cada carteira de habilitação pode dirigir?

Há um mês

Pedágio Free Flow: o que é, como pagar e evitar multa por evasão
Guia do Cidadão

Pedágio Free Flow: o que é, como pagar e evitar multa por evasão

Há 2 meses

Exame toxicológico 2024: valor, quem precisa fazer e como renovar
Guia do Cidadão

Exame toxicológico 2024: valor, quem precisa fazer e como renovar

Há 2 meses

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais