EXAME/IDEIA: aprovação do governo vai de 26% para 34% em um ano

A aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) está no melhor nível em pouco mais de um ano, segundo a pesquisa EXAME/IDEIA publicada no dia 19 de maio
Jair Bolsonaro: 47% desaprovam o governo. (Alan Santos/PR/Flickr)
Jair Bolsonaro: 47% desaprovam o governo. (Alan Santos/PR/Flickr)
Por Gilson Garrett JrPublicado em 21/05/2022 08:30 | Última atualização em 20/05/2022 19:41Tempo de Leitura: 4 min de leitura

A aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) está no melhor nível em pouco mais de um ano. Segundo a pesquisa EXAME/IDEIA publicada no dia 19 de maio, os eleitores que aprovam a maneira como o presidente trabalha é de 34%. Os que desaprovam somam 47%. Em maio do ano passado, os que não concordavam com a gestão de Bolsonaro eram 48%, e os que aprovavam eram 26%. Neste período, houve os oscilação entre os que nem aprovam e nem desaprovam, passando de 22% há um ano, para 18%.

A sondagem ouviu 1.500 pessoas entre os dias 14 e 19 de maio. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-01734/2022. A EXAME/IDEIA é um projeto que une EXAME e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. Leia o relatório completo.

Por região, o presidente Bolsonaro ganhou apoio em lugares onde ele normalmente é melhor avaliado. No Norte, em maio do ano passado, 23% das pessoas aprovavam a maneira como ele trabalha. Este número saltou para 54%.  No Centro-Oeste ocorreu fato similar, passando de 27% de aprovação para 46%.

Fazendo um retrospecto, a situação de pior momento na taxa de aprovação do presidente coincidiu com o primeiro mês dos trabalhos da CPI da Pandemia de Covid-19 no Senado, que apurou supostos desvios de dinheiro no enfrentamento da crise sanitária. A investigação também mostrou indícios de atrasos propositais na compra de vacinas. Na época, 59% dos dos brasileiros apoiaram os trabalhos dos senadores.

Mas a vacinação avançou, ultrapassando os 76% de brasileiros imunizados com duas doses, segundo dados do Ministério da Saúde. De acordo com a EXAME/IDEIA, o grande problema agora, na opinião da população, é a inflação (19%) e o desemprego (23%).

Melhora na aprovação reflete na eleição

Se o segundo turno da eleição presidencial fosse hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria 46% das intenções de voto, e o Bolsonaro teria 39%, segundo a pesquisa eleitoral EXAME/IDEIA. A distância entre os dois é de 7 pontos percentuais, a menor em um ano, seguindo os números de aprovação.

Na série histórica, considerando a simulação de segundo turno, Bolsonaro tinha vantagem sobre Lula até abril do ano passado, quando o petista ultrapassou o atual presidente na preferência dos eleitores. A maior distância entre os dois chegou a 17 pontos percentuais no fim do ano passado, mas desde então começou a diminuir. Na pesquisa feita em abril, a diferença entre os dois foi de 9 pontos.

 

(Arte/Exame)

Em uma simulação de primeiro turno de forma estimulada, em que os nomes são apresentados previamente, Lula superou os 40% em janeiro deste ano e desde então oscilou dentro da margem de erro, ficando com 41% nesta pesquisa de 19 de maio. Bolsonaro passou de 24%, no começo do ano, para 32%. Ciro Gomes estava com sete pontos em janeiro, e agora tem 9% das intenções de voto.

(Arte/Exame)

Bolsonaro mantém a vantagem em relação a Lula, registrada na pesquisa de abril, nas regiões Norte (50% X 24%), Centro-Oeste (43% X 28%), e no Sul (40% X 34%). O petista tem a preferência dos eleitores nos maiores colégios eleitorais do país: Sudeste (37% a 33%), e no Nordeste (58% a 19%).

Por renda, o atual presidente venceria entre os mais ricos. Nas classes A e B, Bolsonaro aparece com 41% das intenções de voto, contra 34% de Lula. Nas classes D e E, o petista tem 45%, contra 24% do atual ocupante do Palácio do Planalto.


EXAME NAS ELEIÇÕES

Além da nova rodada da pesquisa EXAME/IDEIA desta quinta-feira, 19, EXAME lançou também uma área no site dedicado a acompanhar tudo sobre as eleições 2022. Atualizado diariamente, a seção ELEIÇÕES conta com as últimas notícias da corrida eleitoral, os perfis dos pré-candidatos à Presidência da República, todos os números das últimas pesquisas eleitorais EXAME/IDEIA, além de informações úteis sobre o funcionamento do pleito para ajudar o eleitor até o dia da votação.


LEIA TAMBÉM